Ricardo Teixeira bancou Dunga, mas agora o técnico sai e ele fica.

“Encerrado o ciclo de trabalho que teve início em agosto de 2006, e que culminou com a eliminação do Brasil da Copa do Mundo da África do Sul, a CBF comunica que está dispensada a comissão técnica da Seleção Brasileira.
A nova comissão técnica será anunciada até o final deste mês de julho.”

Leio agora o comunicado da demissão de Dunga e da comissão técnica da Seleção Brasileira. Tudo bem que o Dunga não é o melhor técnico do mundo, mas merecia melhor consideração dos patrões que o escolheram.

Já sabiam que ele não tinha experiência e mesmo assim mantiveram-no até a Copa; já sabiam de sua filosofia de trabalho, de valorizar apenas os amigos, e mesmo assim não o mudaram. Mudam agora só porque perdeu para um time superior?

Acho que o Dunga realmente tem de sair – nem deveria ter entrado –, mas não só ele. Uma pessoa que deixaria o país feliz se pedisse demissão é o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Por isso, faço um apelo ao senhor Ricardo Teixeira: aproveita a carona do Dunga, pegue o seu bonezinho e caia fora. Ninguém agüenta mais o senhor avacalhando o futebol brasileiro. Deixe o seu lugar para alguém competente e honesto, que não use o futebol para benefício próprio.