O ótimo repórter Ademir Quintino deu em primeira mão no seu twitter: Dorival Junior não escalará Neymar para o clássico de amanhã, contra o Corinthians. O técnico alegou que tirar o melhor jogador do Santos de um jogo decisivo do campeonato e contra o maior rival “é a atitude é necessária para recuperar um grande atleta. Neymar voltará com o tempo”. Que que tem? Ficou maluco?!

Dorival ainda não tinha divulgado a lista de jogadores para o clássico de amanhã, na Vila Belmiro, contra o líder Corinthians, mas preveniu Ademir Quintino: “Ainda não comuniquei para o Neymar que ele não jogará o clássico de amanhã. Ele vai saber assim que eu colocar a lista no vestiário”.

O técnico acredita que está “fazendo o melhor para o atleta”. Pois eu não acredito que ele esteja fazendo o melhor para o time que dirige. Ou não está nem aí para o título do Brasileiro, ou quer mesmo provocar a direção do clube e os torcedores e ser demitido, para colocar a mão na grana da multa.

Pois agora, se eu fosse Luís Álvaro, não demitiria Dorival, mas o suspenderia de suas funções. É evidente que o técnico está usando esse incidente com Neymar para se vingar do clube e tirar proveito da situação. Como boa parte da mídia aprova esta punição desmedida, o técnico sempre terá o apoio dos ditadorezinhos de plantão.

Lamentável que isso ocorra. Parece que todo título do Corinthians tem de ter uma sombra pairando sobre ele. Esse caso do Neymar está mesmo muito estanho. Dorival está agindo como um maluco. Aí tem coisa…

E você, o que acha que o Santos deve fazer com Dorival Junior? Acha que o técnico está de sacanagem, provocando de olho na multa, ou age segundo os princípios da moral e dos bons costumes?