Os jogadores do Santos se colocaram nesta situação delicada que vivem no Campeonato Brasileiro. Se formos contar todos os pontos bobos perdidos, muitos com gols em cima da hora, o time hoje estaria folgadamente na liderança. Bem, mas isso não interessa agora. O que importa é que ainda faltam sete jogos e só estes mesmos jogadores que colocaram o time nesta situação é que podem tirá-lo dela.

O Grêmio Prudente provou ontem que toda a vitória é possível neste Brasileiro. Aliás, o Atlético Goianiense, que por quase todo o tempo habitou a zona do rebaixamento, saiu de lá de forma gloriosa e tem tido um rendimento melhor do que a maioria dos times que se mantêm na parte de cima da tabela.

Não adianta pedir, pois o clube não fará nenhuma mudança no elenco neste final de Brasileiro. Os jogadores são estes, o técnico é este. Portanto, eles que se entendam, que se dediquem, que façam jus ao salário e à estrutura que o clubes lhes dá e que compreendam a importância do papel que desempenham para milhões de pessoas que amam e torcem pelo Santos.

Que fiquem certos de que o campeonato está apenas começando para eles. Nestes sete jogos que faltam estarão jogando por sua carreira e seu futuro no Santos. Portanto, caprichem, lutem, mostrem porque se consideram jogadores profissionais de futebol.

Sim, enfrentarão um leão a cada jogo, e enfrentem sem medo. Porque não importa nem mesmo o que o técnico ou a diretoria disserem para vocês. Para os verdadeiros santistas,que são os torcedores, o campeonato não acabou e ai daquele jogador que entrar em campo para gastar o tempo, para enrolar, para só fingir que joga.

Peço aos freqüentadores deste blog que façam suas anotações sobre o rendimento dos jogadores do Santos nesta reta final de Brasileiro. Ao final do campeonato, faremos nossa lista de quem queremos que continue e quem não queremos mais vestindo a camisa do Santos Futebol Clube.

Acha justo que façamos esta análise dos jogadores nos sete jogos que faltam? Está disposto a participar desse júri ao final do campeonato?