Neymar e Ganso comandados por El Loco Bielsa: uma possibilidade santista para 2011

Com os dois gols marcados contra o Atlético Mineiro, sábado, o Santos chegou a 174 gols nos 73 jogos que fez este ano, média de 2,38 gols por jogo – seu melhor desempenho em 38 anos.

Time que mais gols fez em todo o planeta – em 98 anos de história já alcançou a marca de 11.613 gols, segundo o Centro de Memória e Estatística do clube – o Santos já marcou mais de 200 gols em uma temporada por nove vezes e já superou 300 gols duas vezes. Confira os anos em que o Alvinegro Praiano mais vezes balançou a rede:

1) 1959: 342
2) 1961: 338
3) 1957: 270
4) 1958: 252
5) 1965: 240
6) 1962: 239
7) 1968: 228
8) 1960: 225
9) 1970: 223
10) 1956: 216
11) 1964: 194
12) 1967: 184
13) 1972: 182
14) 1963: 178
15) 2010: 174

El Loco Bielsa é um técnico possível para a Libertadores

Depois que se soube que o salário de Marcelo Bielsa seria compatível ao dos técnicos brasileiros de primeira linha, cresceu a expectativa de que o Santos possa contratá-lo para comandar o time em 2011.

Como se pode ver na enquete deste blog, o nome de Bielsa é amplamente aceito pelos santistas. Quem gosta de talento e criatividade tolera muito bem um pouco de loucura.

Agora é jogar pela carreira e para continuar no Santos

O título é quase impossível e a vaga na Libertadores está garantida, mas os jogadores do Santos ainda têm um bom motivo para se empenhar a fundo nos quatro jogos que faltam: suas próprias carreiras.

A diretoria de futebol já decidiu que muitos jogadores não ficarão no time em 2011, mas outros podem se garantir com ótimas exibições contra Grêmio, Goiás, Avaí e Flamengo.

Uma coisa que estará em jogo nos jogos que faltam é a rivalidade. Santistas não gostarão nada de perder para o Grêmio na Vila Belmiro. Muito menos para o Flamengo de Vanderlei Luxemburgo, que poderá depender do último jogo para se manter da Série A.

Santos pode usar os quatro jogos que faltam para dar oportunidades a jogadores como Moisés, Victor Hugo, Felipe Anderson, Vinicius Simon, Rodrigo Possebon, Keirrison, Madson, Jéferson, Tiago Alves…

Alguns, como Marcel, Marquinhos, Roberto Brum e Rodriguinho nem deveriam mais ser escalados. Se eles forem mantidos no elenco em 2011, deixarão o torcedor bem descontente.

Muitos deverão ser emprestados para outros clubes. Neste caso eu incluiria Pará, Maranhão, Danilo, Zezinho, Breitner, Felipe, Edu Dracena.

O veterano Léo deve ter uma despedida honrosa. Não consegue mais ter uma boa sequência de partidas.

Os times dos outros

Se os são-paulinos, a começar por seu presidente Juvenal Juvêncio, e seu ídolo, Rogério Ceni, dizem que a única competição que realmente interessa para o clube é a Copa Libertadores, então deve-se entender que o São Paulo tirará férias em 2011?

Dos três times que estão mais próximos do título, dois foram campeões brasileiros antes de 1971 e estão ao lado do Santos na luta pela ratificação dessas conquistas: Fluminense (1970) e Cruzeiro (1966). Se um deles for campeão este ano, terá conquistado o seu terceiro título brasileiro.

O Corinthians de Tite tem ganhado se segurando na defesa e esperando as oportunidades nos contra-ataques. Foi assim que o Santos venceu Cruzeiro e Fluminense. Foi só querer abrir a defesa e só jogar no ataque que o Alvinegro Praiano perdeu os pontos que o permitiriam brigar pelo título até a última rodada.

O Palmeiras dar o título ao Corinthians, ou não. Jogará contra o Fluminense na penúltima rodada, no Rio, e contra o Cruzeiro na última rodada, em São Paulo. E se o Corinthians depender de uma vitória do Palmeiras para ser campeão?

Dos times que brigam pelo título, você tem alguma preferência?