Milan quer juventude e talento de Ganso para o lugar de Ronaldinho Gaúcho. Preço: R$ 112 milhões

O leitor Samuel Bresolino nos traz a notícia – publicada no site Milan News deste sábado – de que o Milan estaria interessado em contratar Paulo Henrique Ganso na janela de transferências do meio do ano. O santista teria a incumbência de substituir Ronaldinho Gaúcho. Samuel gostaria que eu desmentisse esta notícia. Infelizmente, não posso. O que podemos é analisar a situação.

Veja a matéria do Milan News

O que está no site

Com o título “Ganso, Braida voltou do Brasil com boas notícias”, a notícia diz que Ariedo Braida, diretor de esportes do Milan, voltou do Brasil com boas notícias sobre a recuperação clínica de Paulo Henrique Ganso, que, aos 21 anos, é um jovem valor do futebol que o Milan quer no projeto de renovação de seu elenco, em meados de 2011.

O texto diz ainda que Braida “foi capaz de ver de perto o estado físico do jogador (que acaba de voltar de uma grave lesão no joelho) e conversar com os dirigentes do seu clube, de quem arrancou uma prioridade (para contratar) o jogador no próximo verão, quando o Milan terá que superar a partida cada vez mais provável de Ronaldinho. O herdeiro do Gaúcho, portanto, parece ter sido encontrado.”

O que pretende o Milan

A verdade é que o Milan quer formar uma equipe de jovens talentos, a fim de reinar mais tempo no futebol italiano e europeu. Além de Ganso, Braida já observou, por exemplo, jogadores em atividade em Portugal e na Grécia. Em Portugal mostrou interesse pelo brasileiro David Luiz e os portugueses Fábio Coentrão e João Pereira. Disse o dirigente milanês:

“Estamos trabalhando há muito tempo para preparar o futuro do Milan. De fato estive recentemente em Portugal, estou na Grécia e vou continuar a viajar pela Europa para observar jogadores. Isso não significa que vamos contratar todos os jogadores que observamos, mas sim que estamos atentos a uma série de talentos que podem vir a interessar-nos num futuro mais ou menos próximo”, explicou.

Além de reforçar o time com as contratações de Robinho e Ibrahimovic, agora o Milan quer rejuvenescer o elenco. O dirigente milanês ainda tem muitos jogadores para ver e analisar. Porém, é evidente que Ganso já está aprovado. A única dúvida do clube italiano era quanto à sua forma física. A partir do momento que se assegurou de que o santista voltará plenamente recuperado para os campos, ele passou a ser o preferido para ser o substituto de Ronaldinho Gaúcho.

O que esperar de Ganso

Como se sabe, a multa rescisória de Paulo Henrique Ganso é de 50 milhões de euros (hoje daria R$ 112 milhões). Se o Milan chegar a ela, não haverá muito o que fazer para impedir a contratação.

Não me parece, hoje, que Ganso repetirá o “dia do fico” de Neymar. Espero estar errado, mas não vejo no jogador paraense o mesmo apego e o mesmo reconhecimento ao Santos.

Qualquer jogador brasileiro que ponderar uma possível ida para o exterior baseado apenas no dinheiro imediato, tenderá a ir embora.

Particularmente, acho que um grande jogador poderá ganhar mais, em todos os sentidos – dinheiro, prestígio, fama, carinho dos torcedores – se continuar no Brasil. Neymar está caminhando para provar isso.

Mas nunca poderemos responder pelo Ganso, que não pensa apenas com sua cabeça. Há muita gente rodeando o rapaz, e todos só encherão seus bolsos se ele for vendido. Para estas pessoas, o único plano de carreira que interessa é dinheiro na mão. Torço para que o grande jogador consiga enxergar além disso.

O que esperar do Santos

Creio que o Santos fará um grande esforço para manter o seu jovem maestro. Até meados de 2011 o time pode ter vencido a Copa Libertadores e terá um lugar assegurado no Mundial da Fifa.

Em grande evidência desde o início de 2010, e com ótimas perspectivas também em 2011, acho provável que o clube consiga parceiros para manter no Santos e no Brasil um jogador que, ao lado de Neymar, pode se firmar com um dos melhores do mundo.

Entretanto, não se pode esquecer que o Santos, como a maioria dos grandes clubes brasileiros, tem uma dívida respeitável, que poderia ser praticamente zerada com a venda de Ganso.

Por outro lado, de nada adiantaria manter Neymar e Ganso, sem dar a eles companheiros à altura. Mesmo com eles, o Santos correria o risco de se tornar uma equipe perdedora, o que desvalorizaria ambos.

Planos de marketing

É inevitável que clubes ricos passem a pressionar o Santos para roubar-lhe Ganso e Neymar. São jogadores que certamente brilharão aonde jogarem.

Porém, o mercado brasileiro já permite planos de marketing (e de carreira) que consigam manter no país astros da grandeza desses dois.

Resistir à tentação de vendê-los é, para mim, um desafio não só do Santos, mas do futebol brasileiro. Sem eles, nosso futebol ficará mais pobre.

Até meados de 2011, acredito, a situação de mercado será propícia à manutenção de Paulo Henrique Ganso no Santos e no Brasil. Espero que ele compreenda isso e, quando chegar a hora de decidir, mostre que não é um craque apenas com a bola nos pés.

E você, acha que o Santos e Ganso resistirão à pressão dos clubes ricos, e ele poderá ser no Brasil o que seria na Europa, ou 112 milhões de reais não podem ser recusados?