Amanhã, às 17 horas, na Arena Barueri, este desfalcado Sansão de início de temporada terá ao menos um grande jogador em campo: o versátil Elano. De volante, no Santos ele está podendo jogar de meia ofensivo e até de atacante. Que facilidade para bater na bola! Mas para ganhar o jogo o Santos não poderá esperar só de Elano. O São Paulo provavelmente exigirá mais do que os adversários santistas até aqui.

Na verdade, apesar de não ser nenhuma Brastemp, o tricolor está um pouquinho mais arrumado do que o Santos neste início de campeonato. Os desfalques do Santos – Neymar, Paulo Henrique Ganso, Arouca – são bem mais importantes do que o do adversário, que não tem nenhum titular de peso fora do time.

Para continuar marcando a média de três gols por jogo, o Santos dependerá mais de um bom rendimento coletivo do que das explosões individualistas de Maikon Leite.

Robinho, que vem dando pro gasto, e Keirrison, que contra o São Caetano fez sua partida menos ruim no Santos, também precisam jogar bem amanhã para que a vitória seja possível.

Preocupado com a defesa, Adilson Batista pensa em colocar mais um zagueiro, provavelmene Bruno Aguiar. O time então jogaria com Rafael, Pará, Bruno Aguiar, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Robinho e Elano; Maikon Leite e Keirrison.

O São Paulo deverá ser escalado por Paulo César Carpegiani com Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Marlos (Zé Vitor) e Fernandinho; Dagoberto e Fernandão.

A ousadia santista, clube mandante, que será incentivado por sua animada torcida e terá Elano, o jogador melhor crecenciado de todos que estarão em campo, pode ser decisiva, mas não dá para negar que o São Paulo, com seu time praticamente completo, é ligeiramente favorito.

A arbitragem será de Sálvio Spinola Fagundes Filho, auxiliado por
Emerson Augusto de Carvalho e Anderson Jose de Moraes Coelho. Se isso é bom? Não sei. Posso responder depois do jogo?

E você, acha que Elano pode ser decisivo amanhã, ou os desfalques do Santos farão com que o jogo penda mais para o São Paulo?