Texto de Sandro Campos

Rafael: Bom goleiro, mas não sai debaixo do gol nem por decreto, daí todo cruzamento na área fica por conta dos zagueiros. De qualquer forma fez uma defesa sensacional no segundo tempo.

Jonathan: Tentou, tentou, tentou…. Até que fez um golaço!.

Bruno Rodrigo: Só estava em campo para ver de perto o gol do Ituano. Aliás, como pode um zagueiro de time grande querer marcar a bola num cruzamento e esquecer do atacante!? Sem sacanagem, acho que deu um migué para ser substrituido logo depois do gol, deve ter sido de vergonha….

Bruno Aguiar: Seguro. Sinceramente não sei como não é titular desse time.

Dracena: Hoje jogando do lado “certo do campo” continuou comprometendo em jogadas bobas, não é zagueiro para o Santos FC…

Danilo: Esforçado, e só…. Mas como estava jogando totalmente improvisado não merece ser criticado. Gostaria de vê-lo jogando mais vezes na lateral direita, que é a posição dele.

Charles: Não comprometeu, mas também não demonstrou nada diferente.

Adriano: O guerreiro de sempre. Não espere uma jogada espetacular dele, mas pode confiar que ele não dará sossego para o adversário de jeito nenhum. Mas que passe para o Jonathan… Quem dera o Santos tivesse ONZE GUERREIROS como ele, mas com a qualidade do Neymar…

Possebon: Praticamente não apareceu no primeiro tempo, mas volante que não aparece tem lá seus méritos.

Felipe Aderson: Ainda não está pronto. Continua tímido e sem personalidade dentro de campo. Mas meteu uma bola PERFEITA para o Keirrison, então merece meus aplausos, mas só por essa jogada.

Alan Patrick: Entrou bem, mas nada de excepcional

Ganso: Gostaria de estar enganado mas acho não está mais a fim. Jogando totalmente sem vontade, apesar de ajudar a marcar e de alguns toques geniais que colocaram Keirrison e Alan Patrick na cara do gol por exempo. Ele tem categoria para fazer muito mais do que isso…

Keirrison: Está melhorando, mas precisa de alguém que o coloque na cara do gol mais vezes durante o jogo. Quando recebeu a primeira em condições de finalizar fez aquilo que todos esperam, belo gol. Depos teve outra oportunidade e bateu pra fora. Duas ou tres oportunidades por jogo é muito pouco.

Tiago Alves: Demonstra muito mais personalidade que o Felipe Anderson, mas continua pecando pelo excesso de individualismo como acontecia nas divisões de base. Mas fez o gol de empate, portanto tem estrela.

Resumo: O Santos poderia ter saído de campo hoje com uma bela goleada, apesar dos desfalques. De qualquer forma valeu pela vitória e pelo espírito de luta. Ainda dá para ficar em primeiro lugar nessa fase de classificação porque nossos adversários podem tropeçar nas próximas rodadas, mas mesmo que fiquemos em “desvantagem” para as finais temos time para sermos bicampeões paulista.