Com cinco dos heróis que no meio da semana, no dia do 99° aniversário do clube, conseguiram uma vitória histórica sobre o Cerro Porteño, em Assunção, o Santos entra em campo hoje, às 16 horas, para encerrar a fase de classificação do Estadual contra o Paulista, que ainda luta para entrar no octogonal. Durval, Adriano, Danilo, Maikon Leite e Alex Sandro, que atuaram contra o Cerro, estarão em campo logo mais.

Dos titulares absolutos, apenas o zagueiro Durval e o atacante Zé Eduardo foram escalados pelo técnico Muricy Ramalho para o jogo, mas mesmo assim o time é forte, com Aranha (ou Vladimir), Pará, Bruno Aguiar (ou Vinícius Simon), Durval e Alex Sandro; Adriano, Danilo, Alan Patrick e Róbson; Maikon Leite e Zé Eduardo.

O Paulista, que para se classificar precisa vencer o Santos e torcer para que São Caetano e Portuguesa não vençam, foi escalado pelo técnico Wagner Lopes com Cristiano, Weldinho, Eli Sabiá, Henrique e Guigov; João Paulo, Fábio Gomes, Baiano e Barboza; Vanderlei e Fabiano. A arbitragem será de Aurélio Sant’anna Martins, com os assistentes Reinaldo Rodrigues dos Santos e Osny Antônio Silveira.

O Santos é o quarto colocado e se o campeonato terminasse hoje, enfrentaria o Oeste no jogo eliminatório das quartas-de-final. Mas isso pode mudar, pois Mirassol e Ponte Preta podem subir para a quinta posição, da mesma forma que o Santos pode alcançar o terceiro posto. Analisemos essas possibilidades:

O Oeste enfrenta o São Paulo em Mogi Mirim e a maior probabilidade é de que perca, pois o tricolor paulistano luta para terminar esta fase em primeiro lugar – o que acontecerá desde que o São Paulo vença e o Palmeiras não supere a Ponte Preta em Campinas.

O Mirassol joga contra o Botafogo em Ribeirão Preto e a lógica é que perca ou empate, pois o Botafogo precisa da vitória para se ver livre de qualquer ameaça de rebaixamento. Se Mirassol e Oeste perderem ou empatarem eus jogos de hoje e a Ponte vencer o Palmeiras, ela ficará com a quinta colocação e pegará o Santos na próxima fase.

Porém, se o Santos ganhar mais pontos do que o Corinthians nesta rodada, ele tomará a terceira posição do alvinegro da capital e aí enfrentará o sexto lugar na classificação geral, e não mais o quinto.

Por que Tite só escalou reservas contra o Santo André?

A decisão do técnico Tite de escalar apenas reservas no jogo de hoje, contra o rebaixado Santo André, em Santo André, provocou protestos de boa parte dos corintianos. Se o clube só disputa o Paulista neste primeiro semestre, por que poupar jogadores? E só com reservas diminui suas chances de vencer hoje, o que daria ao Santos a oportunidade de ultrapassá-lo caso o Alvinegro Praiano vença, ou até mesmo empate com o Paulista na Vila Belmiro.

Na verdade, tanto faz para o Corinthians ser o terceiro ou o quarto desta fase. O que pode interessar é o adversário das quartas. Do jeito que está, caso se mantenha na terceira posição, o Corinthians enfrentará Oeste ou Mirassol na próxima fase. Não há como escapar disso.

Porém, se a Ponte vencer Palmeiras, ele poderá saltar para a quinta posição, tornando-se o adversário do quarto colocado na fase de mata-mata. Até a rodada de hoje é o Santos, mas pode ser o Corinthians, caso este seja ultrapassado pelo Alvinegro mais famoso.

Enfim, a não ser que não dê a mínima importância sobre a questão de qual será o adversário da próxima fase, creio que o técnico corintiano agiu precipitadamente ao escalar um time de reservas hoje. Enfrentar a Ponte nas quartas, adversário histórico do alvinegro da capital, não deve ser a melhor opção para a equipe do professor Adenor.

E você, o que acha dos jogos de hoje e o que espera do Santos nas quartas-de-final do Campeonato Paulista?