Em janeiro de 1964 o jornal A Gazeta Esportiva anunciava, em sua primeira página, que um grupo de empresários paulistas estava disposto a juntar um bilhão de cruzeiros para tirar Pelé do Santos e entregá-lo de presente ao Corinthians.

Como se sabe, porém, o Rei do Futebol jogou no Alvinegro da Vila Belmiro por mais dez longos e vitoriosos anos e depois ainda foi gozar a pré-aposentadoria no Cosmos de Nova York, sem nunca ter vestido a camisa do alvinegro da capital.

Agora, o jornal Lance anuncia, como há 48 anos, que Paulo Henrique Ganso já é jogador do Corinthians – o que o assessor de imprensa e o agente do jogador acabam de desmentir, via twitter.

Nem é preciso ressaltar que não há qualquer termo de comparação entre Pelé e Ganso. Um foi o melhor jogador que já surgiu no planeta. O outro está voltando, claudicante, depois de uma cirurgia delicada e um longo tempo de inatividade. Um sempre foi e é santista até hoje. O outro não sabe ainda o que é e o que quer da vida.

E você, acha que há um fundo de verdade na notícia de que o Ganso pode ir para o Corinthians, ou é mais um chute, de bico, do jornal Lance?