A nova geração, seduzida por parte da imprensa esportiva que valoriza mais o futebol europeu do que o praticado em nosso País, deve imaginar que os clubes brasileiros jamais foram tão importantes como os do velho continente.
Pois preste atenção neste cartaz enviado pelo santista Marcelo Fernandes, um dos pesquisadores mais importantes do Santos. Ele anuncia um jogo amistoso entre o Barcelona e o Santos, no estádio do clube espanhol, e apresenta o time brasileiro como “Campeon del Mundo Inter-clubes”, ao mesmo tempo em que não atribui nenhum título ao Barcelona, que ainda não os tinha.
Isso mostra como na Europa, na década de 1960, os grandes times sul-americanos eram, mais do que respeitados, admirados. E veja que admitiam, sim, que o Santos era o legítimo campeão do mundo (e que se tornaria o primeiro bicampeão mundial em outubro de 1963).
Esta partida anunciada no cartaz foi jogada em 12 de junho de 1963 e o Barcelona venceu por 2 a 0. Porém, na primeira vez em que as duas equipes se encontraram, em 29 de junho de 1959, no mesmo estádio, o Santos goleou por 5 a 1.
Que tal este cartaz que mostra o melhor time do mundo do momento, o Barcelona, orgulhoso por enfrentar o Santos, campeão e melhor time do mundo na era de ouro do futebol? Entendeu por que não se deve babar ovo para o futebol europeu?