Felipe Anderson: salário pequeno pode tirá-lo do Santos.

O substituto natural de Paulo Henrique Ganso no Santos é Felipe Anderson, que completou 18 anos no dia 15 deste mês e estes dias está comendo a bola na Seleção Brasileira Sub-18 que disputa a Copa do Mediterrâneo, em Barcelona.

Sexta o rapaz marcou dois gols contra o Croma Cross. Antes já tinha sido o destaque da partida contra o Gironês-Sabat. Estas atuações têm despertado o interesse de olheiros de clubes europeus.

Segundo Juliana Gomes, irmã e assessora de Felipe, Internazionale, Manchester United, um clube da Espanha e outro da Alemanha já lhe fizeram sondagens.

Sei que Felipe é grato ao Santos por tê-lo amparado até agora, está feliz no clube e ansioso para ser inscrito na Copa Libertadores, na qual deverá ocupar a vaga de Diogo, machucado.

Mas o problema é que o moço ganha um salário muito pequeno no Santos, o que torna fácil para qualquer clube estrangeiro pagar sua multa e levá-lo.

Quanto ele ganha? Não gosto de revelar salários, mas posso adiantar que é cerca de 10% do que recebe Jean Carlos Chera, de 16 anos, que jamais foi convocado para uma seleção brasileira sub alguma coisa. Você não entendeu errado. Eu disse cerca de 10% (dez por cento) do que recebe Jean Carlos Chera.

Não quero com isso dizer que Chera ganha muito. Só fiz essa comparação para mostrar como Felipe Anderson, que já está entre os profissionais e deve ser incorporado ao elenco do Alvinegro Praiano na Copa Libertadores, ganha pouco.

Como pus a mão no fogo por Neymar e Ganso, ponho por Felipe

Todo mundo que frequenta este blog sabe que considero Felipe Anderson um craque, ou ao menos um jogador com todo o potencial para se tornar um.

Tive a mesma impressão ao ver Neymar e Ganso jogarem pela primeira vez, e também ao ver Edu, Pita, Ailton Lira, Juary, Diego… Ao ve-los, sabia que estava diante de jogadores especiais.

Felipe Anderson tem uma habilidade, um passe e uma visão de jogo excepcionais. É tímido? Talvez. Isso atrapalha seu futebol? Provavelmente. Porém, com um técnico que lhe dê confiança, como Muricy Ramalho, o rapaz pode jogar muito e ser importantíssimo para o Santos, principalmente se Paulo Henrique Ganso for embora na malfadada janela da transferência.

O contrato de Felipe Anderson com o Santos vai até 22 de julho de 2013, mas o pequeno salário é o maior risco de que ele acabe indo embora bem antes. Seria terrível se isso acontecesse, pois, repito, Felipe tem características similares às de Ganso, é também um Menino da Vila, criado no clube, e tem um talento ainda em evolução.

Você não acha que Felipe Anderson, o substituto natural do Ganso no Santos, merece ganhar um salário mais justo?