Edu Dracena treinou com uma máscara de proteção, mas deve jogar. Zé Eduardo terá outra chance no ataque (Fotos: Comunicação Santos FC)

O time ainda não está definido, mas acho que Muricy fará mesmo o óbvio: colocará Adriano no lugar de Arouca e Alex Sandro no de Léo. O fuçador Zé Eduardo ficará lá na frente, ao lado de Neymar.

No papel e no banco não dá para imaginar o Corinthians vencendo o Santos, hoje, mas sabemos que no futebol a lógica é apenas mais um ingrediente.

A não ser no Campeonato Paulista do ano passado, na Vila Belmiro, Neymar nunca fez uma atuação decisiva contra o Corinthians. Mas, todos sabemos, um dia isso vai acontecer. Por que não hoje?

Como Paulo Henrique Ganso jogará contra o Corinthians, time com o qual – segundo o jornal Lance e outros veículos – já tem contrato assinado?

Elano marcou o gol do título brasileiro contra o Corinthians, em 2002, e ganhou quase todas as partidas que fez contra o rival. Como se sairá hoje?

Concordo com Vanderlei Luxemburgo quando ele diz que a melhor maneira de respeitar um adversário é jogar para fazer gols, mesmo que o resultado já esteja definido. Espero que o Santos respeite muiiito o Corinthians hoje.

Há jogadores que se dão bem contra determinados times. Contra o Santos, Keirrisson era um Pelé. Não digo que Dentinho seja um novo Rei, mas o rapaz sempre rende muito contra o Alvinegro Praiano.

No último jogo de um árbitro, ou ele faz uma atuação impecável, ou já vem encomendado. Vejamos como se sai o tal do Cléber Wellington Abade.

O Corinthians foi dominado pelo Palmeiras mesmo quando este tinha um jogador a menos. Mas o estádio era todo palmeirense. Hoje o Pacaembu será corintiano. O alvinegro da capital terá de tomar a iniciativa do jogo. Tite terá coragem de colocar o time pra frente?

Edu Dracena deverá jogar com uma máscara de proteção por ter machucado o nariz contra o América do México. Mas fique tranquilo. Esta máscara pode.

E você, tem alguma impressão para o clássico?