Os deuses do futebol não param de trabalhar. Enquanto o Santos voltou da Colômbia nem nenhum desfalque para a final de domingo, no alvinegro da capital, que está só treinando, ontem Bruno César reclamou da virilha e Paulinho não participou do treino, com dores na coxa.

Hoje o treino do Corinthians foi fechado para a imprensa por uma hora. Depois de liberado, Bruno César e Paulinho treinaram um pouco, mas foram poupados em seguida, sinal de que ainda não estão cem por cento.

Mesmo sem Danilo, suspenso, o técnico Muricy Ramalho poderá escalar um meio-campo forte, com Adriano, Arouca, Elano e Alan Patrick. Por outro lado, Tite talvez tenha de improvisar no setor.

Se Bruno César não puder jogar, Morais deve substitui-lo. Quanto a Paulinho, a perda será maior, pois o Corinthians não tem um volante do mesmo nível.

Que ironia! Um time que anda fazendo dois jogos por semana, além de viagens longas e exaustivas, poderá ter menos desfalques do que um outro muito mais descansado, que há meses disputa apenas uma competição, e ainda de importância menor, que é o Campeonato Paulista.

O árbitro sorteado para a partida será Luiz Flávio de Oliveira, irmão do mais conhecido Paulo César de Oliveira. Minha impressão de Luiz Flávio é de é um bom árbitro, discreto, que pode comandar a final sem maiores problemas.

Acha que Bruno César e Paulinho podem fazer muito falta ao alvinegro paulistano, ou com eles ou sem eles o Santos deve ser campeão domingo?