Alguns clubes brasileiros que já foram homenageados com selos da ECT. O Santos merece ter um, bem bonito, mas para isso precisa da participação de seus aficionados.

Amigo santista e adorador do futebol arte: você pode ser decisivo para que o Centenário do Santos seja comemorado, em 2012, com um selo oficial da Empresa de Correios e Telégrafos. Basta que acesse a página dos Correios e envie esta sugestão e a justifique.

Abaixo transcrevo a comunicação que recebi e também a sugestão que acabo de enviar à Empresa de Correios e Telégrafos. Para saber como se faz, é só entrar no link e seguir os procedimentos: fazer o cadastro, que é simples e rápido, e enviar o texto, explicando porque acha que o Centenário do Santos merece um selo comemorativo em abril de 2012.

Sugiro que antes escreva em Word ou um programa de texto e depois dê o famoso control C e control V, passando-o para a caixa de sugestão.

Todos sabemos que por tudo que fez pelo futebol brasileiro e pelo que representa para a história do futebol mundial, o Centenário do Santos merece um selo comemorativo da ECT, mas se o número de pedidos não for suficiente e se os argumentos não forem sólidos, corremos o risco de passar o ano do Centenário sem este reconhecimento.

Se estiver em dúvida sobre o que escrever, pode usar o meu texto abaixo como modelo. Procurei destacar as conquistas e façanhas do Santos e a importância do clube para a divulgação do Brasil no exterior. Mas faça como achar melhor.

SUA IDÉIA PODE VIRAR SELO!

Está disponível no site dos Correios, na internet, a página SUA IDÉIA PODE VIRAR SELO, que está acolhendo as sugestões para as emissões de selos no ano de 2012. Para acessar, clique no banner, na página principal dos Correios, ou acesse diretamente pelo link:

Entre na página da ECT, faça o cadastro e envie a sugestão para que o Centenário do Santos vire selo da ECT em abril de 2012

Conforme determina a Portaria 500/2005, do Ministério das Comunicações, que estabelece os critérios e procedimentos para a elaboração do Programa Anual de Selos Comemorativos e Especiais da ECT, as propostas para a emissão de selos serão captadas pelos Correios, vindas da sociedade civil e dos órgãos governamentais.

A data limite para o recebimento de idéias e sugestões para as emissões em 2012 é 1º de junho/2011. As propostas devem vir acompanhadas de histórico com justificativa para a emissão pretendida, bem como de sua importância no contexto nacional ou internacional.

As sugestões recebidas serão analisadas pelo DEFIP e aquelas que estiverem de acordo com os critérios da Portaria 500/2005, serão apresentadas à Comissão Filatélica Nacional em julho deste ano. Caberá a esse colegiado eleger os motivos que comporão a Programação Filatélica de selos comemorativos de 2012.

São considerados motivos apropriados para emissão de selos aqueles associados aos seguintes temas: artes, cultura popular, datas comemorativas, arquitetura, esportes, fauna, flora, literatura brasileira, personalidades, preservação do meio ambiente, turismo e ações governamentais.

A idéia que acabo de enviar à Empresa de Correios e Telégrafos

POR QUE O SANTOS MERECE UM SELO COMEMORATIVO EM 2012

Por que o Santos Futebol Clube completará um século de vida no dia 14 de abril de 2012 e por que é o clube que mais divulgou o nome do Brasil e a arte do futebol brasileiro no exterior, o que mais contribuiu para as conquistas da Seleção Brasileira, por ter revelado inúmeros jogadores lendários, e entre eles o melhor de todos os tempos, Pelé, o Rei do Futebol.

Entre os motivos, diversos e extremamente significativos, para que o Centenário do Santos Futebol Clube mereça um selo anual comemorativo da Empresa de Correios e Telégrafos, é possível destacar os seguintes:

Primeiro clube a se tornar bicampeão da Copa Libertadores da América (1962/63), competição que à época reunia apenas os campeões de cada país sul-americano.

Primeiro a sagrar-se bicampeão mundial, em 1962/63, consolidando no planeta o conceito de que o Brasil praticava o melhor futebol no planeta.

Primeiro a sagrar-se pentacampeão brasileiro, conquistando a Taça Brasil, consecutivamente, nos anos de 1961/62/63/64/65 – feito reconhecido pela Confederação Brasileira de Futebol, pela Confederação Sul-americana de Futebol e pela Fifa, entidade máxima do esporte.

Time que mais cedeu jogadores à Seleção Brasileira para a conquista da Taça Jules Rimet, obtida com as vitórias nas Copas de 1958, 62 e 70.

Único time que em dois jogos da Seleção Brasileira, em 1963, contra a Alemanha, em Hamburgo; e em 1969, contra a Inglaterra, no Rio de Janeiro, teve oito titulares em campo defendendo o Brasil.

Foi escolhido por centenas de jornalistas sul-americanos e europeus, em uma enquete internacional promovida pela revista argentina El Gráfico – a mais antiga e respeitada revista esportiva da América do Sul –, como o melhor time de futebol de todos os tempos.

Primeiro time de futebol a atuar em todos os continentes, divulgando a arte do futebol brasileiro em nada menos do que 70 países. Nestas apresentações atraiu multidões, estabelecendo 47 recordes de renda e 33 de público.

Único time no mundo a alcançar a marca de 11 mil gols marcados. Até hoje, 17 de maio de 2011, esta contagem já alcançou, oficialmente, 11.677 gols.

Clube recordista de gols em todas as competições que disputou: Campeonato Paulista, 151 gols, na edição de 1959; Campeonato Brasileiro, 103 gols, em 2004; Torneio Roberto Gomes Pedrosa/ Taça de Prata, 44 gols, em 1968; Copa do Brasil, 39 gols, em 2010.

Tem a melhor média de gols na Copa Libertadores da América, 3,22, em 1962; melhor média de uma decisão do Mundial de Clubes, 4,00 gols, em 1962, e as três melhores médias da Taça Brasil: 3,75 gols por jogo em 1963; 3,60 em 1961 e 3,33 em 1964. Possui, ainda, a melhor média de gols em uma edição do Campeonato Paulista, com 6,25 gols por partida na edição de 1927, em que se tornou o primeiro time da América do Sul a marcar 100 gols em um campeonato.

Clube reconhecido no mundo todo como um dos maiores descobridores de talentos do futebol. Alguns dos jogadores revelados na Vila Belmiro que defenderam a Seleção Brasileira e brilharam no exterior: Pelé, Pepe, Pagão, Del Vecchio, Antoninho, Araken, Arnaldo Silveira, Coutinho, Mengálvio, Lima, Clodoaldo, Edu, Joel Camargo, Diego, Robinho, Neymar, Paulo Henrique Ganso, Elano, Pita, Juary…

O Santos teve ainda o incomensurável mérito de revelar e manter, de 1956 a 1974, o maior jogador de futebol de todos os tempos, o atleta Edson Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, personalidade brasileira mais conhecida da história.

Nascido em 23 de outubro de 1940, em Três Corações, Minas Gerais, Pelé realizou 1.367 partidas na carreira e marcou o recorde de 1.281 gols (média de 0,93 por partida). Realizou 115 jogos pela Seleção Brasileira, marcando 95 gols. Ajudou o Brasil a conquistar as Copas do Mundo de 1958, 1962 e 1970. Contribuiu também para que o Santos se tornasse bicampeão da Copa Libertadores e do Mundo em 1962/63.

Talento incomparável, que por décadas rimou com “café” as duas maiores riquezas do Brasil, Pelé foi reverenciado pro grandes personalidades e líderes mundiais e recebeu inúmeros prêmios, entre eles:

• Atleta do Século, eleito por jornalistas do mundo todo, na pesquisa realizada pelo jornal francês L’Equipe, em 1981.
• Atleta do Século, eleito pelo Comitê Olímpico Internacional, em 1999.
• Atleta do Século, eleito pelos jornalistas da Agência de Notícias Reuters, em 1999.
• Jogador de Futebol do Século, escolhido pela UNICEF, em 1999.
• Jogador de Futebol do Século, eleito pelos vencedores da Bola de Ouro da revista France Football, em 1999.
• FIFA Jogador de Futebol do Século, em 2000.
• Jogador de Futebol do Século, pela IFFHS – Federação Internacional de Estatística e História do Futebol, em 1999.
• Jogador de Futebol do Século – América do Sul, pela IFFHS – Federação Internacional de Estatística e História do Futebol, em 1999.
• Laureus World Sports Awards – Prêmio pelo conjunto da obra, entregue pelo Presidente Sul-Africano Nelson Mandela, em 2000.
• BBC Personalidade Esportiva do Ano, em 1970.
• BBC Personalidade Esportiva do Ano – Prêmio pelo conjunto da obra, em 2005.

Por sua riquíssima história passada e presente; por todos os seus títulos e suas primazias; pelos inúmeros extraordinários jogadores que revelou, entre eles Pelé, o melhor de todos os tempos; e por tão bem representar o Brasil pelo mundo, solicito que o Santos Futebol Clube, no ano de seu Centenário, comemorado em 14 de abril de 2012, seja justamente homenageado pela Empresa de Correios e Telégrafos com um selo comemorativo anual.

Atenciosamente,

Odir Cunha

Jornalista, escritor e pesquisador do futebol brasileiro

O que achou da idéia? Não acha importante o Centenário do Santos virar um selo da ECT? Vai colaborar? Então envie sua sugestão ainda hoje.