Terça-feira você viu Ronaldo Nazário, aos 34 anos, se arrastando em campo por 17 minutos em sua patética despedida da Seleção Brasileira.

Agora reveja a participação de Pelé, aos 50 anos, em jogo da Seleção Brasileira contra um combinado internacional.

Profissional como sempre, o Rei do Futebol se preparou com semanas de antecedência para esta partida e não ficou parado lá na frente perdendo um gol atrás do outro. Buscou jogo no meio-campo, tabelou e correu com a bola.

Assista e perceba porque Pelé é incomparável:

E aí? Dá pra comparar?