Titulo da Libertadores coloca o Glorioso Alvinegro Praiano como o único time brasileiro entre os dez mais.

Não acredito em rankings, mas alguns ao menos têm algum critério. Um deles é o da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), da Alemanha, que ontem divulgou a lista dos dez mais do planeta.

Como qualquer ranking, os critérios deles não são corretos. Levam em conta apenas os campeonatos nacionais. Portanto, um campeonato paulista, em que se tem quatro times grandes, não dá ponto nenhum ao vencedor, enquanto alguns campeonatos europeus, como o espanhol, cujo título é sempre disputado entre Real Madrid e Barcelona, dá uma grande pontuação.

Mesmo surrupiado nos pontos do Paulista, que é bem mais forte do que o campeonato argentino, por exemplo, o Santos está em nono lugar, com 236 pontos. O líder é o Barcelona, com 317, seguido por Real Madrid (307).

Engraçado é que Chelsea (o São Caetano da Inglaterra) e o Milan não aparecem entre os dez mais bem classificados. Só para lembrar: foram estes dois os que mais azucrinaram a vida do Neymar e do Ganso no ano passado, alegando que os craques do Santos deveriam ir para clubes que lhes dessem mais visibilidade. Pois sim…

Certo está o Neymar, que quer ser o primeiro jogador em atividade na América do Sul a entrar na seleção dos melhores do mundo. Quem sabe o Ganso também consiga, se parar de se auto-elogiar e jogar um pouquinho mais.

Agora me responda: que graça tem torcer para o Chelsea?