Valeu o empenho de todos! Com imensa alegria informo que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos lançará, em abril de 2012, o selo comemorativo ao Centenário do Santos Futebol Clube. Para que este objetivo fosse alcançado, destaco a importante atuação de Francisco Guerra, sócio por 60 anos e ex-conselheiro do Santos, respeitada autoridade filatélica do Brasil; Sergio Marques, presidente da Associação Brasileira de Jornalistas Filatélicos; Miguel Rodrigues de Magalhães, presidente da Sociedade Philatelica Paulista, e de todos os santistas que, atendendo ao pedido deste blog, enviaram a sugestão deste selo ao site oficial dos Correios.

Desta forma, mesmo competindo com inúmeras datas e temas importantes das mais diversas áreas da arte, cultura, economia e ciência brasileiras, o Santos Futebol Clube, principalmente por tudo que já fez pela divulgação do Brasil no exterior, terá esta deferência especial no mês de seu Centenário.

Ter a data escolhida pelos Correios também é importante porque evita que o clube pague para ter um selo comemorativo, o que, ao longo do ano do Centenário acarretaria milhares de reais em postagens.

Conseguido o selo simples, o objetivo agora é que o Santos seja agraciado com o que os filatelistas chamam de “bloco de selos”, um produto mais valorizado pelos colecionadores e que marcaria ainda mais a data festejada.

Esta vitória deve ser dividida, ainda, com o pessoal do Marketing do Santos, mais propriamente com Ivan Rizzo e Luciana Xavier, que agiram prontamente para obter do clube o apoio oficial a esta reivindicação.

Selo e Dossiê têm o mesmo objetivo

Por mais diferentes que possam parecer, este selo comemorativo que os Correios lançarão em homenagem ao Centenário do Santos e o livro do Dossiê, que está sendo oferecido neste blog, têm a mesma finalidade: a de preservar a história do futebol, do Santos e dos grandes clubes brasileiros.

Preservar significa respeitar e honrar o passado, pois sem ele, obviamente, não haveria o presente. Significa também imortalizar as conquistas, incorporá-las definitivamente às instituições que as obtiveram. O Santos não é apenas o que ele é hoje. O Santos é o resultado de um século de existência, com suas alegrias e amarguras, mas também com triunfos indescritíveis que jamais poderão ser apagados.

Assim, da mesma forma que você vai usar o selo do Centenário do Santos no ano que vem, use o Dossiê para informar aos santistas e não santistas de sua vila, de sua cidade, sobre a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, e provar-lhes a extrema justiça desse reconhecimento.

Reportagem na revista da Sociedade Philatelica Paulista sobre minha visita à entidade

Ficou feliz com o selo? Logo mais terei outras boas notícias sobre o Centenário.