Pelé ficou empolgado com a possibilidade de voltar a vestir a camisa 10 do Santos no Mundial de Clubes da Fifa. O fato de ter 70 anos (terá 71 durante a competição) não diminuiu o seu desejo de competir e fazer grandes jogadas no Japão. Além de, mais uma vez, deixar o nome na história, pois se tornará o jogador de futebol mais velho a participar de uma partida profissional.

Na quinta-feira passada tive o prazer de conversar e abraçar Pelé – e posso afirmar que seu corpo é de um homem de no máximo 50 anos. Há força no aperto de sua mão, sua estrutura óssea e muscular não demonstram a idade que tem. Não se pode esquecer que o atleta do século não é um ser humano normal.

Não sei se é um ET, como diz o Pepe, mas que Pelé está acima dos mortais, não há dúvida. E mesmo que seu corpo não responda com tanta agilidade aos comandos de seu cérebro, não se pode esquecer que Pelé nunca foi só músculos. Sua inteligência, sua capacidade de jogar sem a bola é inigualável.

O mundo parará para vê-lo de novo

Várias vezes o mundo parou para ver Pelé e estou certo de que isso ocorrerá de novo – agora com mais alguns bilhões de telespectadores – se ele for inscrito no Mundial pelo Santos.

É claro que não se espera que forme a dupla de ataque com Neymar, ou que substitua Elano ou Ganso no meio-campo (se bem que do jeito que estes dois estão jogando, não me admiraria muito). Mas, se Pelé entrar nos últimos 10 ou 15 minutos, já seria um acontecimento histórico.

Com todo respeito a Messi e ao Barcelona, mas só pela presença de Pelé o Santos ganharia de goleada do time espanhol na disputa por espaço na mídia – e seria mais um ensejo para que a imprensa mundial rememorasse a história do Rei do Futebol no Alvinegro Praiano.

Sem contar que o marketing do Santos poderá deitar e rolar com esta atração. Já imaginou quanto não valeria só o patrocínio da camisa do Pelé? Ou os eventos que envolvessem O Rei do Futebol no Japão?

Enfim, apoio a idéia e estou ansioso para que a notícia seja confirmada. Pelo que conheço de Pelé, ele adora desafios e, se for realmente inscrito, treinará tanto para o jogo que colocará em risco a titularidade de alguns jogadores do time.

Veja o Pelé jogando no seu aniversário de 50 anos – pela Seleção Brasileira, contra a Seleção do Resto do Mundo – e confira se ele não estava em melhor forma do que muitos jogadores atuais. Repare em sua categoria e visão de jogo:

E você, o que acha de Pelé defender o Santos no Mundial da Fifa?