José Carlos Peres e eu: os autores do trabalho da Unificação dos Títulos Brasileiros

O Dossiê que gerou a Unificação dos Títulos Brasileiros a partir de 1959 e que impediu que 14 títulos brasileiros – entre eles seis do Santos – caíssem no esquecimento, se transformou em um belo livro a ser impressso na próxima semana na Stilgraf, de São Paulo.

Os eventos de lançamento se darão apenas depois do dia 20 deste mês, mas na semana que vem o livro já poderá ser adquirido através deste blog.

É importante que todo santista conheça o Dossiê e o divulgue, o que impedirá que os manipuladores do futebol brasileiro tentem dar novamente um golpe na história do nosso futebol.

Percebam que há veículos impressos e programas de rádio e tevê que colocam em dúvida a legitimidade e a isenção deste trabalho, creditando a justíssima Unificação dos títulos a objetivos menos nobres dos dirigentes de nosso futebol. Isso é uma falácia, uma tentativa de deslegitimizar o que é justo e legítimo. Não permita que esse esquecimento prevaleça!

O Santos, assim como o Palmeiras, é oito vezes campeão brasileiro – mérito oficializado pela CBF, Conmebol e Fifa. Nada fará a história retroagir. Que isto fique bem claro!

É essencial que o santista que realmente se interessa pela história do Alvinegro Praiano tenha o Dossiê e defenda o seu conteúdo sempre que necessário.

O livro foi produzido em um esforço particular de José Carlos Peres e meu e está à disposição dos interessados por um preço de custo, ou 40% menos do que custaria em uma livraria.

Clique no banner acima e faça a reserva de quantos exemplares quiser. Infelizmente a tiragem é limitada. Se tudo correr bem, outra edição poderá ser impressa. Mas não há certeza sobre isso.

O livro poderá ser pago parceladamente, com cartão de crédito. Estou certo de que você se surpreenderá com a riqueza de detalhes desse documento e não só não terá qualquer dúvida da justiça da Unificação, como terá fatos e argumentos para nos ajudar a continuar defendendo a história do nosso futebol e impedir que tentem dar um novo golpe para apagar o passado.

Conto com seu apoio.

Odir Cunha