As eleições para presidente do Santos se aproximam. Deixo claro que este blog está aberto aos candidatos e suas respectivas chapas para que divulguem seus planos para o clube. Não serão tolerados bate-bocas, xingamentos e acusações sem provas. Aqui as eleições serão de bom nível, pois todo comentário que extrapolar vai para a lixeira.

Este blog parte do princípio de que todos que almejam participar da direção do Santos gostam do clube, sentem-se capazes de ajudar e por isso estão dispostos a colaborar com seu crescimento. Espero que os santistas deem um exemplo de civilidade nessas eleições e consigam discutir apenas ideias, e não pessoas.

Por outro lado, esta é uma ótima oportunidade de, a exemplo do que foi feito nas últimas eleições, discutir os erros e acertos da administração atual. A chapa “O Santos pode mais” prometeu o que cumpriu? Hoje o Santos está melhor do que há dois anos? O que falta ser feito?

A oposição precisa existir. Sempre

Não há democracia com partido único. A oposição, quando séria e fiscalizadora, é extremamente útil, pois faz as críticas construtivas que levam o clube a se aprimorar e crescer.

A criação da Ong Santos Vivo, em 2001, e depois o surgimento da Resgate foram importantes para dar ao Santos uma oposição consistente, que acabou interrompendo a sequência de administrações de Marcelo Teixeira depois de dois anos sofridos para os santistas.

A ascensão da Resgate ao poder, por meio da chapa “O Santos pode mais”, trouxe um grupo de importantes empresários santistas para dirigir os destinos do clube, representados na presidência por Luis Álvaro Ribeiro. Em apenas um ano e meio o Santos conquistou quatro títulos, entre eles uma Copa Libertadores, o que, sem dúvida, é um feito extraordinário.

O santista, porém, é exigente e percebe que muito mais precisa ser feito. Há questões que ainda estão no ar. Por exemplo:

Como resolver o eterno problema da baixa média de público na Vila Belmiro?

Vale a pena construir um novo estádio, aumentar o Urbano Caldeira ou passar a jogar mais em São Paulo?

Quando o clube voltará a ser um recordista de arrecadações, como nos anos 70 e 80?

A receita aumentou, mas ainda deixa a desejar. Quando o Santos terá um faturamento digno de sua real dimensão para o futebol brasileiro e mundial?

Quando a dívida estará sob controle e o Santos caminhará para se tornar uma instituição próspera e saudável?

Quando serão implementadas, nos nichos de torcedores do Santos no Brasil e no mundo, as Embaixadas Santistas, tão comentadas, mas que ainda não sairam do papel?

Quando os sócios terão mais facilidades, atrativos e vantagens?

Quando o torcedor será tratado com mais respeito e atenção desde a compra do ingresso até a entrada no estádio?

Quando as camisas e outros produtos com a marca Santos estarão mais acessíveis aos torcedores, que hoje não os encontram nas lojas?

Quando o clube fará um esforço real para provar que sua torcida é maior do que dizem alguns institutos de pesquisa e a própria CBF?

Quando o Santos será mais assistido na tevê?

Vale a pena criar a tevê Santos?

Enfim, são temas que merecem ser discutidos, pois qualquer que seja a chapa vencedora das eleições, estes assuntos precisarão ser enfrentados e solucionados.

O ideal é dar à administração atual a oportunidade de dirigir o clube por mais três anos e assim aperfeiçoar o que está indo bem, implementar o que ficou devendo e corrigir os erros? Ou o melhor seria apostar em uma nova administração? Teremos tempo para discutir isso…

Prepare-se, pois sua opinião será muito importante no processo eleitoral do Santos. Este blog tentará ser um fórum livre e imparcial de debates. Quem sabe não façamos a “Plataforma do Blog do Odir”, com sugestões para as chapas que disputarão o poder no glorioso Alvinegro Praiano.

Mais do que críticas, acusações e calúnias, as eleições de um clube proporcionam o surgimento de ideias e ideais. Sem um bom planejamento, seguido de muito trabalho, nenhuma instituição chega a lugar algum.

Participe da enquete acima

Se a eleição fosse hoje, qual seria sua preferência? Responda à enquete no canto superior direito da home.

E você, já sabe o que reivindicará nas eleições do Santos?