Luiz Tomaz, jurista

Conforme temos denunciado aqui, e considero fundamental que todos os Santistas do mundo tenham consciência disso, pra depois não colocar a “culpa” na Diretoria do Santos, principalmente no LAOR, como se nada tivessem a ver com isso, a CAMPANHA ORQUESTRADA PARA A SAÍDA DO NEYMAR, PARA O EXTERIOR, sob todos os argumentos conhecidos, seja para a Espanha, seja para onde for, é um ato de desespero apaixonado de pseudojornalistas e de veículos de comunicação de propriedade de torcedores fanáticos por outros times que não o nosso Santos Futebol Clube.

Disse, anteontem e repito:

Neymar, com seus pouco mais de 60 kilos desequilibrou e continua desequilibrando o “status quo” do futebol brasileiro de forma tal que, desde o Santos de Pelé não se via nada igual.

Entretanto, não me refiro somente ao futebol dentro de campo!

Neymar é sucesso absoluto de público, de mídia, de propaganda, de venda de qualquer produto, e, mais: de graça, já que não recebe pra isso, mas sim pra jogar futebol, é o maior garoto propaganda do Santos no quesito conquistar novos torcedores e atrair novos talentos para o elenco do Santos.

Veja que, não bastasse o Neymar desequilibrar os jogos com seu talento descomunal para jogar futebol, está desequilibrando, talvez com força maior ainda, o interesse das pessoas por um time de futebol… meninos e meninas, de outros times, vestidos com o uniforme desses times, dentro de campo, esperando a entrada de seu time e…. de olho em Neymar…na chance de vê-lo de perto, de tocá-lo, e com sorte, tirar uma foto com ele… apesar de estarem com o uniforme do adversário no corpo…

A orquestração para a saída do Neymar, o mais urgentemente possível, parte de quem tem no Santos e, principalmente, no Neymar, um adversário invencível pelas regras normais…

Sim, se Neymar ficar no Santos, com um pouco de ajuda que lhe dêem em campo, a média de conquista de títulos, pelo Santos, será a vista até agora…

O aumento da torcida do Santos, da arrecadação do Santos, da visibilidade do Santos, será exponencialmente ampliada, exatamente como tem sido até agora!

Neymar conseguiu colocar em segundo plano, sem ter havido um planejamento, nem a intenção direta, para o público brasileiro, times como Flamengo, Corintians, São Paulo… só se fala de Neymar…

No exterior então, nem se fala…

Agora, por exemplo, já perceberam o “perigo” que ele representa, e passaram a “boicotar” seus feitos, a exemplo de “O GLOBO” de ontem que não trouxe uma linha, uma foto, um único registro, sequer, do verdadeiro alvoroço que foi a passagem do Santos de Neymar pela mineira cidade de Uberlândia…

Ao contrário, hoje o mesmo jornal, traz, vejam vocês, uma declaração atribuída ao técnico do Santos, Sr. Muricy Ramalho, segundo a qual é “impossível o Santos segurar Neymar depois de 2.012?…. “já segurou até demais”…

Ora, se é que disse isso mesmo, seria mais uma das infelizes colocações do técnico do Santos, mas prefiro acreditar que não… até que se confirme.

Mas, a pergunta que se faz é:

Por que, em vez de procurar o presidente do Santos ou seu Diretor de futebol para dar a palavra oficial do clube, os abutres ameaçados e apavorados pinçam uma frase, talvez mal colocada, na base do “texto sem contexto” para falar, mais uma vez da vontade escancarada deles, “iminente, inevitável saída do Menino de Ouro da Vila?”

Por que NINGUÉM fala em mandar para a Europa, a fim de que, com essa balela de que cresçam culturalmente e adquiram experiência internacional, o tal de Lucas, Leandro Damião, Oscar, Casemiro e assemelhados, já que também integram a nova geração do futebol brasileiro e devem estar presentes na Copa de 2.014?

Sabem por quê? Porque NENHUM deles, digo mais, NEM TODOS ELES JUNTOS, representam a AMEAÇA, ou melhor a REALIDADE QUE JÁ SE MODIFICA, no cenário do futebol brasileiro, tanto dentro quanto fora de campo, por “CULPA” exclusiva desse moço que atende pelo nome de Neymar… e joga no Santos!!

Todos os “defeitos” que tentaram imputar ao Neymar, fosse no seu futebol maravilhoso, com a pecha de “cai-cai”, de “firulento”, fosse no seu caráter, especialmente no episódio com o projeto de técnico Dorival Junior, quando o menino revelou uma índole brasileiríssima, alegre, humilde e humana, se revelaram mentirosas, fazendo ir por água abaixo as tentativas pela decorrência do tempo… e, ao contrário de destruí-lo, serviram para torná-lo mais experiente, apesar dos 19 anos, mais maduro, mais consciente…

Nunca alguns times e instituições brasileiras do futebol tiveram postas em RISCO sua hegemonia de mídia, de proteção injustificada, de frases mentirosas que viram verdade pela reiterada e sistemática repetição, a exemplo do tamanho da torcida de times como Corinthians e Flamengo, de privilégio nas cotas dos espetáculos, de arbitragens favorecedoras, de viradas de mesa e mudança de regras no meio da competição, e o responsável direto por esse fenômeno se chama NEYMAR…

Para os que controlam o futebol brasileiro há décadas, que são 03 ou 04 times e algumas instituições, que partilham entre si os banquetes, oferecendo migalhas aos demais, nunca houve um fato tão ameaçador, repito, ao “status quo”, quanto a presença desse menino carismático e genial chamado Neymar..

Diz-se que LAOR leva debaixo do braço uma pesquisa segundo a qual, se Neymar ficar no Santos até 2.014, trará, entre outros benefícios, a terceira maior torcida para o Santos… eu acho pouco…

Dito isso, ouso dizer que Neymar é um divisor de águas na história do futebol brasileiro… e poderemos testemunhar acontecendo o fato que no futuro ficará conhecido como “Neymar: o menino franzino que com seu futebol parecido com o de Pelé, e o carisma de Mahtama Gandhi, mudou os rumos do futebol brasileiro”.

E a quem interessa essa modificação?

E a quem NÃO interessa essa mudança, ou mesmo, qualquer mudança na situação que contempla a uns poucos e submete a quase todos?

Basta olhar em volta e você verá um torcedor apaixonado, travestido de jornalista, alternando seus argumentos: uma hora dizendo que Neymar peca por isso ou por aquilo; outra hora dizendo e se valendo de “manipulados”, que Neymar deve ir para a Europa, para crescer como homem e adquirir cultura e experiência internacional.

Pelo modo como execraram, tripudiaram, inventaram, venderam e tudo o mais, nosso Menino de Ouro, pergunto:

Há, dentre esses abutres covardes, alguém minimamente preocupado com a cultura, experiência ou o bem-estar do Neymar?

Ou estariam eles preocupados com o que o Menino de Ouro significa CONTRA os interesses, dentro e fora do campo, dos times para os quais torcem, distorcendo a verdade?

Se nós, Santistas de coração, não queremos passar o RECIBO de IDIOTAS a essa corja, meus irmãos do Blog, temos que começar a fazer alguma coisa de concreto, AGORA…

Porque senão, depois que vencerem, conseguindo exportar o Neymar, virão as “Mães Dinás do passado”, dizendo que sabiam, que viam, que isso e que aquilo.

A hora é de mobilização, para DENUNCIAR, mas, sobretudo, para EVITAR que isso aconteça.

Alguém se lembra de campanha minimamente parecida com essa, para a exportação, por exemplo, de Ronaldo, Romário, Zico, ou até mesmo o Pelé, que somente foi jogar no Cosmos depois que encerrou sua carreira no Santos, e anos depois que deixou de jogar pela Seleção Brasileira? Por que, então, tanto interesse, tanta necessidade de ver Neymar na Europa ou no fim do mundo?

Obviamente que não é pensando nem no Neymar, nem na Seleção Brasileira.

Estão pensando em que, então?

Ninguém está preocupado com futebol brasileiro, com organização ou sucesso do futebol Brasil, mas sim, somente com seus times de coração e com a posição privilegiada de proteção que têm e que estão ameaçadíssimas por esse tal de Neymar. O resto é conversa pra boi dormir.

Contem comigo para o que for necessário, se o objetivo for DENUNCIAR A CAMPANHA “NEYMAR NO EXTERIOR, URGENTEMENTE”, ou para contribuir, seja como for, para a campanha “FICA NO SANTOS E NO BRASIL, NEYMAR”.

O que você pode acrescentar a este artigo contundente de Luiz Tomaz?