Logo mais, às 16 horas (com transmissão da Band e da Globo), o Santos enfrentará o Palmeiras na Vila Belmiro e se o jogo fosse há algum tempo o time lutaria intensamente pela vitória. Mas hoje, não sei não. É o tipo da partida em que o empate é uma boa desculpa para os dois técnicos. E como tanto Muricy como Scolari gostam de superpovoar o meio-campo, um 0 a 0 não seria surpresa.

Já faz algum tempo que o Santos não vence o Palmeiras, mas nem isso anima o clássico. Se fosse Corinthians ou São Paulo a motivação seria maior. Coincidentemente, Santos e Palmeiras só têm se encontrado em jogos que não valem nada, em que não há um título ou uma classificação em disputa. Na última vez que valeu alguma coisa, na semifinal do Paulista de 2009, o Santos ganhou duas vezes por 2 a 1.

O santista gostaria que o time lutasse pela vitória hoje. Mas lutasse mesmo. Fizesse de conta que é um Avaí ou um América Mineiro que recebesse o Palmeiras e desse tudo pela vitória. Essa garra, essa vontade que se vê nos times menores, às vezes falta ao Santos.

Desfalques ou reforços?

O fato de Elano e Edu Dracena não jogarem hoje não preocupa a maioria dos santistas. Ao contrário. Elano anda errático e sem vontade, e Dracena não tem a mobilidade e a impulsão de um zagueiro que daqui a dois meses poderá enfrentar o ataque do Barcelona. Os torcedores estão confiantes de que seus substitutos se sairão melhor hoje…

Desfalques mesmo serão Neymar e Arouca, sem contar Paulo Henrique Ganso, que tem passado mais tempo na enfermaria do que no campo.

Ibson, queima a minha língua!

Até agora Ibson tem sido a pior contratação do Santos em 2011. É o Keirrison de 2011. Custou caro, ganha um alto salário e rende menos do que os reservas. Até agora, Ibson tem marcado e apoiado mal. No ataque não deu uma assistência nem fez gol. Hoje, porém, terá uma grande oportunidade de mostrar que joga alguma coisa.

Outro dia levantei os jogos que Ibson fez pelo Santos. Mais de 80 das vezes em que ele começa jogando, o time perde. Espero que hoje esta escrita seja quebrada. Até porque a paciência do torcedor com o ex-peladeiro carioca está chegando ao fim.

Palmeiras, como sempre, vai esperar pelos erros do Santos

Desfalcado de Kleber, Valdivia, Marcos, Luan e Cicinho, o Palmeiras, qualquer criança sabe, viverá das bolas paradas de Marcos Assunção, dos contra-ataques e dos erros na saída de bola do Santos. Essa tática, mesmo mesquinha, tem dado certo nos últimos confrontos entre os dois times.

Globo ou Band?

Sinto pelos comentários que a maioria dos santistas não tem simpatia pela TV Globo, que privilegia um alvinegro de São Paulo e um rubro-negro do Rio. Hoje haverá a opção da TV Bandeirantes. Acho que é uma boa oportunidade de se dar uma chance à Band, não acha?

Reveja o último jogo importante entre os dois, em que o Santos fez a festa no Parque Antártica e se classificou para a final do Campeonato Paulista de 2009:

E você, o que espera de Santos e Palmeiras?