As queixas se sucedem. Só entre os leitores deste blog já foram mais de dez. A pessoa tenta votar em Neymar na pesquisa da France Football que escolherá o melhor jogador do mundo, e surge a notícia de que o voto já tinha sido computado. É evidente wque está havendo manipulação contra o brasileiro.

Como se pode explicar que em vários dias de enquete Neymar tenha apenas 1.120 votos, depois da ampla campanha feita pela rede social do Santos e por vários sites e blogs brasileiros, como este?

Bem, há um lado positivo nessa manipulação: ela demonstra que este prêmio de melhor do mundo foi instituido para valorizar os jogadores e os clubes europeus. É uma grande jogada de marketing, na verdade. Se não restringisse os votos de Neymar, o garoto dispararia na frente.

Confira a enquete \"congelada\" da France Football

Nesta sexta estreio coluna no jornal Metro de Santos

Nesta sexta-feira você que mora em Santos terá uma surpresa ao ler o jornal Metro: verá minha primeira coluna neste que é o maior jornal diário do mundo. Espero que goste. Pode comentar a coluna aqui no blog, se quiser.

Democracia é isso!

No canto direito da home deste blog você vê uma enquete que aponta Luis Álvaro Ribeiro como favorito disparado para a reeleição na presidência do Santos com 86% das preferências. O número de pessoas que votou é mais ou menos o colégio eleitoral do clube.

Em que outro site ou blog você vê ou verá uma enquete assim? Em nenhum. Pois tanto a situação como a oposição teriam medo do resultado de uma enquete democrática e isenta. E se ela começasse a apontar para um caminho diferente do esperado? Tirariam do ar? Manipulariam os resultados?

Um político, alguém engajado em um partido, não poderia correr o risco de usar o próprio site para divulgar uma vantagem ao adversário, certo? Por isso, políticos não são democráticos.

Por isso é preciso ter sites e blogs como este, capazes de elogiar, criticar e apontar caminhos para o clube sem nenhum interesse, a não ser o do crescimento do Santos. Enfim, um blog ombudsman.

E para você, dá para confiar na pesquisa da France Football?