Felizes alvinegros e alvinegras, a Liga Futsal, que equivale ao Campeonato Brasileiro de futebol de salão, existe desde 1996, mas nenhum time paulista tinha sido campeão. Foi preciso que o Santos montasse uma equipe que é uma verdadeira seleção brasileira e ontem, na Arena Santos, diante de seu público, e dos astros Neymar, Paulo Henrique Ganso e Falcão, vencesse o ótimo Carlos Barbosa, uma das melhores equipes do mundo, por 3 a 2 no tempo normal, e 7 a 6 na cobrança de pênaltis, em uma final que deve ter batido todos os índices de audiência do futsal no Brasil.

Amigos e amigas, percebam que no título eu falo de justiça. Sim, não haveria justiça plena se o Santos não fosse o novo campeão brasileiro de futebol de salão. Foi o melhor time do ano, o que ofereceu os melhores espetáculos e apresentou os melhores jogadores, com destaque para Falcão, Valdin, Neto, Deivis, Jackon, Ricardinho, Índio, Jé, Bruno Souza, Djony e o goleiro Paulo Vítor, que ontem entrou só nos pênaltis e fez duas defesas que valeram o campeonato (é destaque pacas, reconheço). Sem contar o maravilhoso, o cerebral, o Einstein do futsal, o técnico Fernando Ferretti.

Outros times já foram campeões do futsal no Brasil, mas nenhum escreveu um momento tão marcante como o Santos ontem. Pelo nível do espetáculo, pela beleza da arena lotada, pela presença de tantas celebridades. Sem contar a magnífica e profissional transmissão do Sportv.

Por que este blog estava tão confiante? Porque quando vai para uma final, o Santos só perde se o adversário for bem superior. E o Carlos Barbosa, que é quase tão bom quanto o Santos, não tem o mesmo carisma, o mesmo pedigree. O time gaúcho ganharia de qualquer um nesta final. Menos do Santos.

A decisão não poderia ter sido mais emocionante. O Santos marcava, Carlos Barbosa empatava. Ficou assim até 2 a 2, resultado que daria o título aos visitantes. Mas Ferretti ousou colocando Pixote como goleiro-linha e isso gerou o gol de Neto, desempatando o jogo.

Com a vitória santista por 3 a 2, a decisão foi para a prorrogação. Como esta terminou 0 a 0, o título teve de ser decidido na cobrança de pênaltis. Então, Ferretti colocou o jovem goleiro reserva Paulo Vitor em ação. O rapaz defendeu o primeiro pênalti, de Leandrinho, e voltou a fazer a defesa do título ao usar a cintura para rebater o chute de Tostão, já na fase de cobranças alternadas.

Dos santistas, só Índio não marcou, acertando o travessão. De tão exaustos, Valdin e Jé tiveram cãibras logo após cobrar a penalidade. A vitória não poderia ser mais dramática e a comemoração mais empolgante. A Arena Santos explodiu ao comemorar o título mais importante do futsal brasileiro.

Em 2011 o Santos colocou a Liga Futsal em uma nova dimensão. Bom para a tevê, os clubes, os jogadores e patrocinadores. O esporte tornou-se um bom produto e é de se esperar que outros clubes grandes do futebol de campo reforcem suas equipes para tentar impedir uma hegemonia santista.

Reveja os melhores momentos da final mais empolgante de um campeonato brasileiro de futebol de salão. Santos vence Carlos Barbosa no jogo e nos pênaltis e se torna o primeiro paulista campeão da Liga Futsal:

http://youtu.be/ZPw6dAJP8dk

E você, o que achou de mais este título do futebol do Santos?