O Santos inicia hoje, às 19h30m (Sportv), contra o XV de Piracicaba, a sua caminhada rumo ao tricampeonato paulista. Com um time de reservas, o bicampeão paulista enfrenatrá o campeão da Série A2 de São Paulo, que, com grande festa, volta ao Campeonato Paulista após 16 anos de ausência.

Dirigido pelo auxiliar técnico Tata, o Santos deve iniciar a partida com Aranha, Maranhão, Bruno Rodrigo, Vinícius Simon e Émerson; Anderson Carvalho, Íbson e Felipe Anderson; Tiago Alves, Rentería e Alan kardec.

A seguir, um belo trabalho de pesquisa de Wesley Miranda especialmente para o Blog do Odir.

Um jogo de muita história

Por Wesley Miranda

Começa o ano para o Santos, e que nesse, o ano do Centenário, os torcedores valorizem mais nossa história!!!

Santos e XV de Piracicaba já se enfrentaram 79 vezes, e a vantagem é amplamente santista, com 46 vitórias contra apenas 6 vitórias quinzistas e 27 empates. O Peixe marcou 170 gols e sofreu 66.

Em Campeonato Paulistas, de 1949 a 1995, foram 68 partidas, com 41 vitórias do Santos, 22 empates e apenas cinco derrotas. Em amistosos, de 1925 a 2010, três vitórias do Santos, quatro empates e uma derrota.

O primeiro confronto entre ambos ocorreu em 1925, em um amistoso em Piracicaba uqe terminou empatado em 2 a 2. O último, também em Piracicaba, em 2010, outro amistoso e outro empate, desta vez em 0 a 0.

O gol 3.000 da história do Santos FC foi de Odair e saiu em um XV de Piracicaba 2, Santos 2, em 23 de dezembro de 1950. E o gol 9.000 do Santos, marcado por Mendonça, ocorreu em um Santos 3, XV de Piracicaba 0, em 30 de março de 1988.

Pelé adorava o XV

O brioso XV de Piracicaba é o 9º time que mais sofreu gols do Rei do futebol. Em 18 partidas, Pelé marcou 25 gols, média de 1,38 por jogo. A 100ª partida profissional de Pelé foi justamente diante do XV, em 23/07/58, e para comemorar o Rei estabeleceu o seu maior número de gols em cima do adversário, com quatro tentos na vitória de 6 a 0.

Pelé ficou quase toda a carreira sem perder do XV, o que só aconteceu na última partida que fez contra o adversário, quando o Santos foi derrotado por 1 a 0 no estádio Noiva da Colina, em Piracicaba.

O último jogo do XV no Paulista

Coincidentemente, o último jogo do XV de Piracicaba em Campeonatos Paulistas foi contra o Santos, na Vila Belmiro, no Paulista de 1995. O Alvinegro Praiano venceu por 4 a 0, com gols de Demétrius, o gladiador (2), Marcelo Passos e Carlinhos. Na ocasião, o Santos passou para a segunda fase em terceiro lugar e o time do interior foi rebaixado (um empate evitaria a queda do XV). Detalhe: o Santos jamais perdeu para o XV jogando na Vila, onde obteve 30 vitórias e sete empates.

Maior goleada, em dia de fúria de Pelé

A maior goleada no confronto ocorreu em 10/12/1961, em Piracicaba, num dia de fúria de Pelé e Coutinho. O jogo começou difícil e o XV jogava de igual para igual, a ponto de termianr o primeiro tempo com vantagem de 2 a 1, de virada.

No segundo tempo, Pelé passou a ser vaiado pela torcida. Provocado, o Rei começou a jogar como nunca, apoiado pelo fiel parceiro Coutinho, de 18 anos, garoto revelado lá mesmo, em Piracicaba.

Perceba, no filme abaixo, que Pelé e Coutinho comemoram os gols com raiva. Após o último gol, da vitória por 7 a 2, Pelé esfrega o próprio cotovelo, indicando que os torcedores estavam é com inveja do Santos.

A vitória, por 7 a 2, teve três gols do Rei, dois de Coutinho, um de Pepe e um de Tite. O jovem atacante Picolé, do XV, depois seria contratado pelo Santos. Veja cenas desse jogo histórico:

http://youtu.be/u_DhbDznH8k

E hoje, o que esperar de Santos e XV?