Os adversários são de respeito – o argentino Lionel Messi, do Barcelona, que hoje deverá ser escolhido novamente como o melhor jogador do mundo, e o inglês Wayne Rooney, do Manchester United -, mas o brasileiro Neymar dos Santos, do Santos, deverá receber o prêmio Puskas, entregue pela Fifa ao autor do gol mais bonito de 2011. A cerimônia ocorrerá em Zurique e será transmitida para o Brasil, pelo Sportv, a partir das 16 horas.

Não tenho nenhuma dúvida de que o gol de Neymar foi o de mais bela feitura de 2011. Não que os de Messi e Ronney sejam feios, mas tiveram um grau bem menor de dificuldade. O argentino e o inglês se valeram de um toque só na bola para construir seus gols. Neymar arquitetou a jogada desde o início, superando um número muito maior de obstáculos.

Primeiro, o santista se livrou de dois adversários em um espaço exíguo, com dribles surpreendentes; depois enfiou um belo passe para Borges, entre dois flameguistas; ao receber a bola de volta, Neymar correu acossado por Renato e, diante de Ronaldo Angelim, encontrou a genial solução de aplicar-lhe uma meia-lua usando o pé esquerdo. Depois, ainda teve de ser rápido e corajoso para chegar na bola antes do goleiro e de dois adversários. Por fim, tocou com calma e precisão para marcar. Uma obra-prima de difícil execução, sem dúvida o gol mais bonito do ano passado.

Acho que o apresentador não vai se lembrar, mas nada mais natural que um atacante do Santos, um Menino da Vila, ser eleito como o autor do gol mais bonito, já que o Santos é o time que mais gols marcou no mundo, muitos deles de extraordinária beleza, confecionados por craques como Araken, Feitiço, Antoninho, Pagão, Coutinho, Pepe, Edu, Giovanni, Robinho, Diego e o Rei de todos, o incomparável Pelé.

Confira agora, de novo, o lendário gol de Neymar contra o Flamengo:

http://youtu.be/z4NBFRFciv8

Você acha que este foi o gol mais bonito que Neymar fez na carreira?