Por Wesley Miranda

Santos e Oeste se enfrentaram apenas quatro vezes na história e todas elas em Campeonatos Paulistas, com 100% de aproveitamento do time santista, que nas quatro vitórias marcou sete gols e sofreu apenas um.
O curioso é que o histórico do confronto é marcado por estreias e o de hoje marca a estreia do time principal.

Estreias, estreias e estreias

A estreia do confronto entre Santos e Oeste em Paulista foi também a estreia do time de Itápolis na série principal. O jogo foi no estádio Picardão em 21/01/2004. Foi também o primeiro jogo do Santos na temporada. Desfalcado de Robinho, Diego, Elano, Paulo Almeida e Alex servindo a seleção no pré olímpico, o Santos de Emerson Leão se aproveitou da condição de estreante do adversário e marcou o único gol da partida aos 44 do primeiro tempo com Jerri após bela jogada de Renato. Esse jogo marcou as estreias de Robson, Clayton, Preto Casagrande, Basílio e Paulo Cesar, tendo esse último sido expulso no 2º tempo.

No Pacaembu, a estreia de um gênio

No segundo confronto em 07/03/2009 pela 12ª rodada do Paulista o Santos fazia uma péssima partida, até o técnico Vagner Mancini atender o pedido da torcida e promover  estreia de um jovem atacante aos 14 minutos do segundo tempo. Provando que a torcida estava certa, em seu primeiro lance tentou um cruzamento e acertou o travessão. Com a entrada do hábil Neymar, o Santos melhorou e Roni em jogada individual marcou o primeiro aos 19 e Madson marcou o 2º aos 45 em chute de fora da área. O time de Itápolis ainda diminuiu com Dezinho aos 46, até então o único gol do time da Onça Rubro Negra, mas a vitória estava garantida.

A estreia do monstro Arouca

Em partida valida pela 5ª rodada do Paulista no dia 30/01/2010 no estádio da Vila Belmiro, o Santos contou com a presença do recém contratado Robinho para fazer a preleção do jogo. E apesar do bom volume do jogo apresentado desde o começo do jogo, o Santos só abriu o marcador aos 6 minutos do segundo tempo com André. Dorival Jr promoveu a estreia da incógnita Arouca, que chegou na Vila por empréstimo em uma troca com o Rodrigo Souto que saiu a procura de visibilidade. Perto do fim do jogo aos 47, Neymar marcou o gol no time que estreou como profissional quase um ano antes. Com a vitória, o Santos ficou com a liderança provisória, 10 pontos e o Oeste na lanterna.

Chuva em Itápolis para o artilheiro do amor

Desfalcado de Neymar que havia ganho folga depois de servir a seleção sub 20 e Elano e Léo(gripados) o técnico interino Marcelo Martellotte teve trabalho para escalar o time para o confronto valido pela 11ª rodada em 05/03/2011. E a situação do Peixe era complicada, sem vencer nas últimas 4 partidas e em situação complicada na Libertadores(1×1 com o Cerro Porteño) o Santos contou com a fase inspirada de Zé Eduardo para vencer. O primeiro gol do artilheiro do confronto saiu depois de pênalti em Diogo aos 49 minutos. O segundo gol saiu em uma contra ataque aos 26 do segundo tempo.

E hoje, será que finalmente o time de Muricy dará uma goleada?