Há um leitor deste blog, o Paulo Lima, que quer que eu lance uma campanha para que o Ganso permaneça no Santos. Olha, Paulo, que o Ganso e o Neymar, juntos, são nitroglicerina pura, disso não tenho a menor dúvida. Mesmo com todas as bobagens que fez, ouvindo a Dis e virando as costas para o Santos, a verdade é que o Ganso é um craque e, desde que esteja em forma e disposto a jogar bola, é, disparado, o melhor meia da América do Sul. Mas não sei se é o caso de lançar campanha.

A diretoria do clube sempre quis manter o Ganso e sempre esteve disposta a pagar-lhe mais. Ele já recusou dois projetos de carreira. Era para estar ganhando, no mínimo, uns 500 mil por mês.

De qualquer forma, eu quero o Ganso no Santos. Com ele no time, o Neymar nem precisa arrebentar, pois as opções de gol aumentam. Resta saber se a diretoria, que tem estudado a questão com cuidado, chegou à conclusão de que valer a pena recusar propostas milionárias por ele.

Temo que não. Algo me diz que se aparecer um clube com 50% da multa do Ganso, o que daria cerca de 25 milhões de euros, leva o craque. Por outro lado, se o clube quiser ficar com ele, há maneiras de remanejar a folha de salários para conseguir melhorar os rendimentos do rapaz.

Sentimentalismos de lado, hoje eu faria um troféu, uma carta de agradecimentos, e negociaria os ídolos Léo e Elano. Um porque não tem mais fôlego, nem pernas; outro porque não tem mais vontade. Com essa economia, teríamos Ganso por mais algumas temporadas.

Embaixadas já!

Quando eu encasqueto com uma coisa, não sossego. E para mim o Santos está comendo bola nesse negócio de protelar indefinidamente a implantação das embaixadas. Isso é vital para aproveitar, canalizar, maximizar a popularidade do momento. Não dá para esperar mais.

Sei que vão dizer que depende dos sócios, que é preciso no mínimo um grupo de 100 associados e outras desculpas do gênero. Mas não dá para ficar esperando. É preciso criar alternativas para incentivar a criação das primeiras embaixadas. As outras virão no embalo.

Carreata, Romaria, fim de semana de festa em Santos!

Tenho recebido muitos e-mails de santistas de vários pontos do Brasil que se dirigirão a Santos no fim de semana de 14 e 15 de abril, justamente para comemorar o Centenário do Santos.

Sei que o Sesc Santos fará eventos nesses dias, que hotéis já estão recebenmdo pedidos de reservas e que há muita gente empenhada para transformar esse fim de semana em dias inesquecíveis.

O Santos Futebol Clube, o mais interessado nessa história, abrirá a Vila Belmiro para seus torcedores e programará eventos dignos da grandeza do Centenário. Milhares de santistas, de vários cantos do país, virão até as portas da Vila Belmiro no dia 14 de abril. Estou seguro de que, como a diretoria prometeu, serão muito bem recebidas e terão o que ver e fazer! Nos veremos lá!

O que você acha de o Ganso ficar, da criação das embaixadas santistas e das festas do fim de semana de 14 e 15 de abril?