300 mil destes selos serão lançados pelos Correios no dia do aniversário do Santos

Valeu a pena a participação dos mais de 30 mil santistas que, atendendo ao apelo deste blog e do site oficial do Santos, enviaram aos Correios a sugestão para que a empresa estatal lançasse o Selo comemorativo ao Centenário do Alvinegro Praiano. Seu lançamento se dará exatamente no dia 14 de abril, data de aniversário do clube, em lugar a ser divulgado, em Santos (nos Correios, ou no clube).

Exatos 300 mil selos serão impressos, com validade até 31 de dezembro de 2015. A participação popular foi importante para a decisão dos Correios. De outra forma, o clube teria de pagar, e caro, para ter sua data lembrada pela empresa.

Agradeço também ao trabalho de Frederico Guerra, ex-conselheiro do Santos e autoridade da filatelia paulista, que conseguiu o apoio à nossa causa da Sociedade Philatetica Paulista, presidida por Miguel Rodrigues de Magalhães, e da Associação Brasileira de Jornalistas Filatélicos, presidida por Sergio Marques, que atuaram junto aos Correios para que o Santos tivesse o seu Selo do Centenário.

Especificações do Selo do Centenário

Sobre o fundo branco, ao centro, o selo apresenta a logomarca do centenário do Santos Futebol Clube nas cores branco e preto, tendo, na parte superior, a coroa e, na inferior, a faixa com a inscrição: 100 ANOS – MENINOS PARA SEMPRE. Como destaque, na moldura da logomarca, na coroa e na legenda da emissão foi aplicada cor em tons de dourado. Foi utilizada a técnica de computação gráfica.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 4
Arte: Fabio Lody
Processo de Impressão: Ofsete
Folha com 30 selos
Papel: Cuchê gomado
Valor facial: 1º Porte Carta Comercial
Tiragem: 300.000 selos
Área de desenho: 25mm x 35mm
Dimensões do selo: 30mm x 40mm
Picotagem: 12 x 11,5
Data de emissão: 14/4/2012
Local de lançamento: Santos/SP
Impressão: Casa da Moeda do Brasil
Prazo de comercialização pela ECT: até 31 de dezembro de 2015
Código de comercialização: 852009216

Pra não dizer que não falei da vitória sobre o Bragantino

Mesmo com um time misto, o Santos superou o Bragantino por 2 a 0, sem maiores sustos, e segue em quarto no Campeonato Paulista. Mas o bom Mogi Mirim está coladinho e a disputa deve seguir acirrada pela posição, que é estratégica para garantir alguma vantagem na próxima fase.

O público pequeno – menos de 6 mil pagantes – faz o santista discutir novamente a questão da Vila Belmiro, que não enche nem a pau. Será que é sensato pensar em contruir um estádio maior na Baixada Santista, se nem o tradicional, querido e limitado Urbano Caldeira enche?

E aí, gostou do Selo do Centenário? E do time e do público de ontem?