O céu existe e ontem à noite ele se mudou para o salão de mármore da Vila Belmiro, onde ídolos do passado – entre eles o Rei Pelé – torcedores apaixonados, alguns deles bem famosos, e muitos jornalistas acompanharam o lançamento do livro “100 anos de futebol arte”.

O Santos e a editora Magma Cultural estão de parabéns pelo evento, simples, bem organizado, tocante. Sempre me sinto extremamente feliz e sempre sou muito bem recebido quando vou ao Santos. Ontem tive a felicidade de ser contemplado com a fidalguia e a extrema elegância de Odílio Rodrigues, o vice-presidente do clube. Pena não etr podido ver o presidente Luis Álvaro Ribeiro, que teve de permanecer em São Paulo, onde passa por exames clínicos de rotina. Gostaria de lhe dar um abraço também.

O Centenário é um momento de os santistas unirem forças, talentos, entusiasmos, na construção de eventos marcantes e na planificação de um futuro ainda mais sólido e harmonioso para nosso clube.

Quem não pode ir à Vila, ou quem foi e gostou tanto que quer repetir a dose, que vá hoje à livraria Cultura do Shopping Vila Lobos, onde o amigo Celso Unzelte e eu estaremos lançando o livro “100 anos, 100 jogos, 100 ídolos”, com muitas informações inéditas sobre o Alvinegro Praiano.

Nas mesmas 19 horas será aberta a exposição “100 anos de futebol arte”, do artista plástico Paulo Consentino, no Memorial das Conquistas do Santos. Quem for de Santos, vá dar seu apoio à bela exposição do artista que está comandando a pintura do muro do CT Rei Pelé.


Sorrindo com Pelé. Momento inesquecível. Pra mim… (Foto: Ivan Storti/ Divulgação Santos FC)


A mesa da festa. Da esquerda para a direita: José Eduardo Aranha Moura, CEO da Magma Cultural; eu, ELE, Odílio Rodrigues, vice-presidente do Santos Futebol Clube; Carlos Teixeira Filho, vice-prefeito de Santos, e Carlos Henrique da Fonseca Filho, vice-presidente do Conselho do Santos Futebol Clube (Foto: Ivan Storti/ Divulgação Santos FC)

Quer ver mais fotos da festa? Entre no endereço http://www.flickr.com/photos/santosfc/page7/