Como todos sabem, a tabela da Copa Libertadores foi feita pela Conmebol em parceria com a Rede Globo. E por isso o Corinthians faz todos os seus jogos às quartas-feiras depois da novela. Mas isso de mudar o local da partida decisiva contra o Nacional do Paraguai de Assunção para a Ciudad Del Leste, perto da fronteira brasileira, facilitando o acesso para os torcedores do alvinegro paulistano e, por extensão, para o time paulista, já é extrapolar as regras do jogo e pegou mal.

Uma das dificuldades da Copa Libertadores é justamente jogar em campos menores, com torcida contrária. Ao transferir a partida para a fronteira com o Brasil, os organizadores anularam, ou melhor, inverteram o fator campo nessa partida, já que dos 28 mil lugares, 26 mil serão ocupados por torcedores brasileiros.

É estranho que um clube centenário como o Nacional do Paraguai, que já completou 108 anos de existência, e que tem a oportunidade histórica de avançar na principal competição do continente, abra mão dessa possibilidade em troca de dinheiro. Fiquei com a impressão de que essa mudança, na verdade, ocorreu à revelia do clube paraguaio.

Com quatro pontos ganhos, o Nacional precisa vencer a partida de hoje para continuar com chances de classificação, mas seus dirigentes e jogadores admitem que a missão será quase impossível, principalmente agora que terão um estádio todo torcendo contra.

Os torcedores do Nacional se concentram em Assunção e apenas dois mil deles estarão incentivando o time hoje, intrusos em seu próprio país. Diante de quadro tão dificultoso, acho que o resultado mais lógico é a vitória do time brasileiro.

Só estou curioso para saber como a Globo e a Conmebol agirão na próxima fase da Libertadores. Será que inventarão outras maneiras de ajudar o time brasileiro a, finalmente, vencer sua primeira competição sul-americana? Ou permitirão que o esporte siga o seu curso normal?

Bem, acho que não terão tanta cara de pau de continuar com os privilégios. E por falar em privilégios, não esqueça: jamais assista a jogos do Corinthians, nem mesmo para secar. Sua torcida contra é que acaba justificando a cota maior de tevê que ele recebe e que é tirada dos times que realmente jogam bonito e não precisam da inversão de mandos de campo para serem campeões.

Você também não achou estranho esse mudança de tabela?