Um problema de última hora talvez tenha ajudado Muricy Ramalho a escalar um time melhor para o jogo deste domingo que pode dar ao Santos um raríssimo Tri-Tri no Campeonato Paulista. Sem Adriano, suspenso, o técnico colocaria Henrique no meio e Maranhão na lateral-direita. Porém, Maranhão ainda sentiu dores na contusão muscular e Henrique terá de continuar na lateral-direita, entrando Ibson no meio-campo. O que pode ser uma vantagem…

Com Arouca, Ibson, Elano e Paulo Henrique Ganso, o Santos perde um pouco do poder de marcação, mas ganha mais força ofensiva. Neymar e Alan Kardec deverão ter um apoio maior no ataque.

Como se sabe, o Santos pode até perder por dois gols de diferença para o Guarani e mesmo assim será campeão. Campeão não, tricampeão. Aliás, tricampeão paulista pela terceira vez, o único a conseguir tal façanha na era profissional do futebol de São Paulo.

Mesmo com o título praticamente assegurado, os santistas lotarão o Morumbi para comemorar com os jogadores mais uma conquista histórica do Alvinegro Praiano.

Retrospecto de Santos e Guarani

Por Wesley Miranda

Santos e Guarani já se enfrentaram 178 vezes, e o Santos tem uma grande vantagem com 96 vitórias contra 44 derrotas e 38 empates. O Peixe marcou 369 gols e sofreu 224. Em Campeonatos Paulistas são 114 jogos com 66 vitórias santistas contra 29 vitórias bugrinas e 19 empates. O alvinegro marcou 237 e o alviverde 134.
Brasileiros: 13, 13, 6
C. do Brasil: 1, 0, 1
Rio-SP : 1, 0, 1
Paulistão: 66, 19, 29
Amistosos: 15, 12, 7
e outros

E para variar…
O grande artilheiro do confronto é Pelé com 41 gols. O Rei jogou 33 vezes contra o Guarani, vencendo 23, perdendo 4 e empatando 6! Por três vezes Pelé marcou 4 gols em uma partida, no 8 a 1 de 1957, no 7 a 1 de 1959 e no 7 a 0 de 1965. E esse jogo que destaco para verem, apesar da imagem não estar muito boa!

O vice artilheiro com 16 gols é Feitiço, e ele também merece destaque

Aqui se faz aqui se paga I
Em 1927 na estreia de Luis Matoso, o Feitiço, o Santos jogou um amistoso contra o Guarani na Vila Belmiro. O primeiro tempo terminou com uma sonora goleada santista por 5 a 0, até ai tudo ocorria bem. Na volta do intervalo, o Santos tomou uma de suas maiores viradas na história, perdendo por 6 a 5, e com o time campineiro com 1 a menos. Isso não ficaria barato.
Menos de quatro meses depois as equipes se enfrentaram na mesma Vila Belmiro pela estréia do Paulista, e era a hora da vingança. E com 4 de Araken, 3 do agora entrosado Feitiço, 2 de Camarão e 1 de Omar, o Santos aplicou um espetacular 10 a 1!
Nota especial para o 6º gol do Santos: Depois de driblar dois jogadores e o goleiro, Feitiço parou a bola em cima da linha do gol, levantou a mão mostrando cinco dedos, em seguida levantou a outra mão com um dedo e rolou para dentro do gol, fazendo a torcida delirar! Esse era o polêmico Feitiço, um dos maiores goleadores da história do Santos!

Goleadas do Santos
Ao longo desses 87 anos de confrontos o Santos aplicou muitas goleadas no clube campineiro, sendo duas vezes por 10 gols, essa de 1927, e uma de 10 a 2 em um amistoso na Vila, com gols de Coutinho (3), Mengálvio (3), Pelé (2), Dorval e Sormani. Um dos gols de Coutinho foi o de número .5000 da história do Santos!

Seguem as outras sgoleadas
8 a 1: 1957, 1958 e 2010
7 a 0: 1965
7 a 1: 1958
7 a 2: 1952
6 a 1: 1957 e 1964

A estréia do canhão no time titular
Em um amistoso no dia 30/05/1954 em Campinas, o menino de ouro Pepe estreava no time titular. Ele foi substituido por Carlinhos na partida que terminou 0 a 0.
O título do Santos e a entrega das faixas no Brinco
Com uma goleada no Brinco de Ouro da Princesa por 7 a 1 no dia 14/12/1958, com 4 de Pelé, 1 de Pepe, 1 de Dorval e 1 contra, o Santos se sagrou campeão Paulista daquele ano. Foram 143 gols marcados, 58 de Pelé recorde absoluto no Paulistão até os dias atuais.
Após a vitória por 4 a 0 sobre o Juventus, na Vila Belmiro, que lhe garantiu o título paulista de 65 com 3 rodadas de antecedência ,o Santos foi jogar em Campinas contra o Guarani de Dalmo Gaspar e ganhou por 1 a 0 com gol de Pelé. Além da ótima partida destacada em jornais na época, a nota do jogo foi a entrega das faixas para o Santos!

Os últimos tentos de Pelé com a camisa santista
Em jogo no dia 22/09/1974, Pelé marcava seus últimos tentos com a camisa que o consagrou. Foi no empate em 2 a 2 valido pelo campeonato Paulista. Em 1116 jogos no Santos Pelé marcou 1091 gols, média de 0,98 gols por jogo.

Campeão Brasileiro de 1978 x Meninos da Vila
O futebol campineiro era muito forte no fim dos anos 70, tanto que o Guarani se sagrou campeão Brasileiro em 1978. E foi esse mesmo time que enfrentou os meninos da Vila, na semifinal do Paulistão 78, em jogo realizado no dia 16/06/1979. O Guarani era franco favorito, com Careca, Zenon, Renato pé murcho, contra um Santos desfalcado de Vitor, Neto, Clodoaldo, Nílton Batata e Aílton Lira.
Mas, em bela exibição de João Paulo (1 gol e duas assistências) e Juary (2 gols), o Santos contrariou as expectativas e ganhou de 3 a 1 no Morumbi e carimbou o passaporte para a grande decisão frente ao São Paulo FC.

Aqui se faz aqui se paga II
Em partida valida pelo Brasileiro de 1994, Santos e Guarani se enfrentaram no Brinco de Ouro. E impiedosamente o surpreendente Guarani goleou o Santos por 4 a 0, com 2 de Luizão e 2 de Amoroso, um deles um golaço, com um pique do meio campo. Isso não ficaria barato.
Menos de sete meses depois, os times se enfrentariam no mesmo Brinco de Ouro, em partida valida pelo Paulista, e com 1 de Marcelo Passos e 2 do Messias G10vanni o Santos ganhou por 3 a 1. Lembra do gol do Amoroso em 94? O G10vanni pagou com a mesma moeda!

Em 1995, um adversário indigesto
Depois de perder no Barradão por 4 a 0 para o Vitória, o Santos tinha a difícil missão de somar 22 pontos em 24 disputados. Então começou o calvário: Na Vila, Santos 4×1 Grêmio, no Maracanã 3×0 contra o Flamengo, empate 0×0 contra o Paraná fora de casa, 3×0 contra o Corinthians na Vila Belmiro, 1×0 contra o Palmeiras/Parmalat no Pacaembu, 2×1 contra o Paysandu na Vila, 3×1 contra o Botafogo na Vila, e o Santos chegou à ultima rodada precisando de uma vitória simples contra o Guarani. Como o time campineiro não tinha mais chances de título, mandou seu jogo no Pacaembu, mas nem por isso se desinteressou pela partida, já que o “bicho” do Atlético MG, que dependia de pelo menos um empate do Santos, era muito grande.
O jogo foi tenso, amarrado, o goleiro uruguaio Léo, do Guarani, parecia uma muralha. Tudo se encaminhava para a desclassificação santista quando, aos 38 minutos do 2º tempo, Marcelo Passos acertou um de seus belos chutes e levou os 22 mil santistas no Pacaembu ao delírio. Era o gol da classificação! Ainda restou tempo para Giovanni marcar o 2º gol, o seu 13º no certame! O Santos voltava a ser destaque no cenário nacional depois de 12 anos!

A última goleada e um recorde
No dia de aniversário de 98 anos do Santos, nada melhor que comemorar da forma que mais identifica o Peixe; com muitos gols! E o Santos ganhou de 8 a 1, com 2 de Robinho, 1 de Marcel e 5 de Neymar, o que colocou o atual ídolo como o recordista de gols em uma partida contra o Guarani!

Neymarcas
Além de ser o maior artilheiro em uma partida contra o Guarani, o atual ídolo santista corre atrás de outras grande marcas históricas de outros ídolos. No último jogo ao marcar 2 gols contra o Guarani ele passou na tábua de artilheiros contra o Bugre, o excepcional Pagão e o artilheiro Odair Titica que marcaram 6 gols no time campineiro. Também passou o gênio Coutinho e Álvaro que tem 7 gols. Com 8 gols contra o time do interior, Neymar está empatado com Camarão e Juary. E se marcar mais um gol empata com Araken Patusca, Pepe e João Paulo Papinha.
Na lista de artilheiros geral da História, Neymar já é o maior artilheiro da era pós Pelé, e está em 16º lugar com 106 gols, empatado com Álvaro Valente que atuou no Santos de 53 a 59 em 261 partidas.

Títulos no Morumbi
O primeiro clube a conquistar um título no estádio do Morumbi foi o Santos FC, e foi justamente o último Tri do futebol Paulista com a conquista do título estadual de 1969, o 12º título do Peixe!!
Veja todos os títulos oficiais do Peixe.
21/06/1969 Santos 0x0 São Paulo – 12º Título Paulista
26/08/1973 Santos 0x0 Portuguesa – 13º Titulo Paulista
28/06/1979 Santos 0x2 São Paulo (0x0) – 14º Título Paulista
02/12/1984 Santos 1×0 Corinthians – 15º Título Paulista
15/12/2002 Santos 3×2 Corinthians – 7º Titulo Brasileiro
06/05/2007 Santos 2×0 São Caetano – 17º Título Paulista
Além desses títulos, o Santos conquistou o Torneio Inicio de 1984 com show de Rodolfo Rodriguez no Morumbi e fez a primeira partida da final do Rio-SP 97 quando ganhou do Flamengo por 2 a 1 com gols de Alessandro Cambalhota e Macedo.

Santos 23×22 Corinthians
Nenhum time se identifica mais com artilharia do que o que fez mais gols na história do futebol.
E esse ano com a artilharia de Neymar, o Santos FC chega a 23ª edição de Paulistas com o artilheiro do certame e passa o Corinthians que tem 22 artilheiros na História.

Artilheiros do Santos
APEA 1927 – Araken(31) – Segundo os arquivos do Guilherme Nascimento são 37 gols
APEA – 1929 – Feitiço(12)
1930 – Feitiço(37)
1931 – Feitiço(39)
1955 – Del Vecchio(23)
1957 – Pelé (17)
1958 – Pelé(58)
1959 – Pelé(44)
1960 – Pelé(34)
1961 – Pelé(47)
1962 – Pelé(37)
1963 – Pelé (22)
1964 – Pelé(34)
1965 – Pelé(49)
1966 – Toninho Guerreiro(27)
1969 – Pelé(26)
1973 – Pelé (11)
1978 – Juary(29)
1983 – Chulapa(22)
1984 – Chulapa(16)
1996 – G10vanni(24)
2011 – Elano(11)
2012 – Neymar (?)

Artilheiros do alvinegro da capital
1914 – Neco(12)
1916 – Aparício (7)
1920 – Neco(24)
1922- Gambarotta(19)
1935 – Teleco(9)(LPF)
1936 – Teleco(28) (LPF)
1937 – Teleco(15)
1939 – Teleco (32)
1941 – Teleco(26)
1942 – Milani(24)
1943 – Hércules(19)
1945 – Servílio de Jesus(17)
1946 – Servílio de Jesus (19)
1947 – Servílio de Jesus (19)
1951 – Carbone (30)
1952 – Baltazar (27)
1967 – Flávio(20)
1982 – Casagrande(28)
1987 – Edmar(19)
1993 – Viola(20)
2006- Nilmar(18)
2011 Liédson(11)

E logo mais, como será o jogo do Morumbi?