Com dribles, muitos gols e um banho de bola – assim o Santos pagou as agressões sofridas em La Paz. Neymar e Ganso brilharam, Elano jogou bem e fez dois gols, Alan Kardec também se movimentou bastante, marcou o seu e se firmou na posição que era de Borges.

Por incrível que pareça, 8 a 0 foi pouco. Torci para o Santos marcar mais três e estabelecer a maior goleada da história da Copa Libertadores. O Bolívar merecia, pela profunda descortesia com que tratou os santistas no primeiro jogo. De qualquer forma, tomaram uma bela lição.

Acho que o Bolívar vai pensar duas vezes antes de tentar ganhar na marra quando joga em casa. E a Conmebol e a Fifa também deveriam chegar à conclusão de que não se deve mesmo permitir jogos de futebol acima de determinada altitude, pois ficou mais uma vez provado que esses times bolivianos, que são leões na montanha, se tornam cordeirinhos ao nível do mar.

Pena que o Santos teve de diminuir o ritmo na última meia hora de jogo, já que domingo é dia de conquistar o histórico Tri-Tri. Queria ver outra goleada de dois dígitos.

Previdente, Muricy Ramalho preferiu substituir alguns jogadores e dar novas oportunidades a Ibson, Felipe Anderson e Borges. Dos três, para ser sincero, nenhum se destacou.

Ibson conseguiu perder algumas bolas bobas e Borges marcou um gol, é verdade, mas desperdiçou outros dois. Com isso, ao menos para mim, Elano e Alan Kardec estão mais do que garantidos no time domingo.

Transmissão pela Fox

Assisti pela Fox. Gostei da narração, da reportagem e sei que o comentarista, o PJ, é bom. Mas ele parecia estar mais preocupado em dizer o que o Bolívar tinha de fazer para se classificar, do que falar das qualidades do Santos. E deu um fora quando disse que Paulo Henrique estava fazendo fita quando levou a mão ao rosto, reclamando de uma cotovelada. PJ nem tinha acabado a frase e a câmera mostrou o nariz de Ganso sangrando. Poderia ao menos ter se desculpado e corrigido a frase.

Veja os gols do jogo:

http://youtu.be/ivBCMkO8Co0

E pra você, qual foi a sensação de ver Santos 8, Bolívar 0?