Com ótima recuperação após uma pequena artroscopia no joelho, Paulo Henrique Ganso deve retornar ao time no jogo de volta pelas semifinais da Libertadores – dia 20 deste mês, às 21h50m, no Pacaembu. Outro que deverá atuar nesse confronto que decidirá um dos finalistas da competição é o volante Arouca. O lateral-direito Fucile também deverá voltar.

Como Ganso e Arouca estão se recuperando bem, há ainda a possibilidade de que possam atuar já no primeiro jogo das semifinais, dia 13, na Vila Belmiro. Fucile e o centroavante Borges talvez também possam jogar na Vila, pois já retornaram aos treinos.

De qualquer forma, Muricy Ramalho testará Léo no meio-campo no jogo de amanhã à noite, na Vila Belmiro, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Caso se saia bem, Léo deverá ser mantido para o primeiro jogo contra o alvinegro da capital, pela Libertadores.

Victor Andrade já faz parte do time

Garoto descoberto por Robinho, a quem se assemelha fisicamente, o sergipano Victor Andrade, de 16 anos (fará 17 em setembro), acaba de ser promovido a profissional e já deverá estar à disposição de Muricy para o jogo de amanhã contra o Fluminense.

Alegre, carismático, Victor me impressionou muito bem quando fiz uma matéria sobre os Meninos da Vila para a revista Personalité. Mesmo sem vê-lo jogar, percebi que nele há um brilho especial. Volante ou meia, mas com faro de gol, Victor tem tudo para manter a tradição da fábrica de craques da Vila Belmiro.

Um dos destaques da Seleção Brasileira Sub-20 que recentemente ganhou o Torneio Oito Nações, na África do Sul, Victor chegou à Vila Belmiro aos 11 anos, trazido por Robinho, e tem contrato com o Alvinegro Praiano até 2014. Seu passe para o exterior é de 50 milhões de euros, ou 124 milhões de reais.

Há um ano o garoto já treina esporadicamente com os profissionais e tem deixado ótima impressão (como se poderá constatar em um depoimento de Paulo Henrique Ganso, em um vídeo abaixo). Ele já poderia ter sido promovido a profissional após a última Copa São Paulo de Futebol Junior, no começo deste ano, mas o clube resolveu esperar que amadurecesse um pouco mais.

Torcerei demais pelo Victor, pois parece encarnar o espírito dos Meninos da Vila: alegre, irreverente, louco para marcar gols. Como já escrevi antes, ele tem algo imprescindível a todo ídolo: um grande carisma. Que os deuses do futebol o protejam.

Veja uma matéria sobre os Meninos Victor Andrade e Bruno Lamas:

Preste atenção no que o Ganso falava sobre o Victor há um ano:

E que tal as presenças de Ganso e Arouca no Pacaembu?