Mais um 0 a 0. Desta vez até Pelé saiu decepcionado da Vila Belmiro. Um clássico de tanta história, que já reuniu os dois melhores times do mundo, ser reduzido ao que se viu neste Santos e Botafogo, é de chorar. Como 90% dos santistas previam, com exceção de Muricy Ramalho e do Zé Peixe, o time não teve força ofensiva e ainda precisou se valer das boas defesas de Aranha para não ser derrotado.

A dupla Dimba e Miralles decepcionou. Hoje Felipe Anderson voltou a tirar umas sonecas em campo. Para piorar, Edu Dracena se machucou logo no começo e o Santos perdeu o seu melhor cabeceador. Teimoso, Muricy trocou seis por meia dúzia e fez entrar João Pedro no lugar de Dimba. Só no final colocou o garoto Victor Andrade, que mesmo com pouco tempo para jogar ainda conseguiu fazer uma grande jogada.

Fiquei com algumas dúvidas: 1 – O Santos está tão ruim que empata em 0 a 0 com o Botafogo, na Vila, e a gente ainda deve agradecer aos céus por não ter perdido, ou o o time ficou tão limitado devido ao estilo medroso imposto por Muricy Ramalho? Será que o problema é o técnico, ou se não fosse ele o Santos já estaria na rabeira do campeonato? Sim, porque técnico, por mais que influa, não joga.

E se o elenco é tão ruim, tão limitado, de quem é a responsabilidade? Por que se gastou tanto para montar um time que comemora empates de 0 a 0?

Por falar em 0 a 0, fiz as contas e fiquei preocupado: Se empatar em 0 a 0 todos os 28 jogos que lhe faltam até o final da competição, o Santos provavelmente será rebaixado, pois fará 38 pontos, e no ano passado o Atlético Paranaense fez 41 pontos e caiu!

Será que enquanto o Neymar não voltar, o Santos não jogará? Será que o Santos era só Neymar? Caramba, seria muito triste constatar que tantos marmanjos ganharam e continuam ganhando altos salários às custas do garoto. Sim, pois sem ele o Santos está se revelando um time extremamente medíocre. Eu não disse medíocre apenas, disse extremamente medíocre!

E tem técnico renovando por uma fortuna por mais um ano e meio, tem jogador ganhando mais do que o salário do Riquelme para jogar uma bolinha deste tamainho, ó. Acho que o clube deveria ter o bom senso de só renoavr o contrato de técnico e jogadores depois de algumas vitórias seguidas.

E o torcedor até compareceu. 7.069 pagantes em uma noite fria, com o time tão depauperado, foi um bom público. Pena que, se estavam animados, os santistas que foram à Vila sairam bastante preocupados com o futuro do Santos neste Brasileiro. Acho que não dá mais para esconder o sol com a peneira: o péssimo momento atual é resultado de muita incompetência e da total falta de planejamento.

Há meses já se sabia que a equipe ficaria sem Neymar e Ganso devido à Olimpíada, também se sabia da saída de Alan Kardec. Elano, Borges e Ibson foram embora pois não estavam jogando nada. Com tanta economia em salários, não foi possível trazer ninguém melhor?

Cadê os milhões que tornaram o Santos um dos clubes que mais faturou em 2011? E, repito, de que adianta um comitê gestor com sete pessoas se dirigem um clube de futebol e não entendem nada do assunto? Como pode um clube ter tantos veteranos lendários – como Zito, Clodoaldo, Mengalvio, Pepe, Pelé – e nenhum deles ser consultado antes de de fazer contratações ou promover jogadores da base?

Ah, antes que eu me esqueça. Essa fase atual não deslustra em nada a magnífica história do Santos Futebol Clube, que tem 100 anos de glórias. Por isso, a promoção com os livros do Centenário continua até a próxima sexta-feira à meia-noite. Se você ainda não tem os livros do Centenário, adquira-os. Eles provam que o Santos já foi um time de fazer muitos gols e jogar sempre no ataque.

Bem, mas pode ser que eu esteja exagerando. E você, o que acha?