Ontem falei o nome dele aqui. Sem dúvida alguma Ney Franco é o técnico ideal para um time que pretende trabalhar com jogadores da base, como o Santos. Só que enquanto a diretoria do Alvinegro Praiano renova com Muricy Ramalho, que detesta jogadores jovens, o São Paulo fechou com Ney franco até o final do ano. Leio o noticiário e não consigo deixar de me indignar:

“O que favoreceu e muito o acerto do treinador com o clube do Morumbi foi a facilidade de trabalhar com categorias de base. O presidente Juvenal Juvêncio exige que seus treinadores deem espaço a atletas revelados no CT de Cotia. E grande parte dos atletas que hoje integra a equipe profissional já trabalhou com o treinador na Seleção Brasileira”. Ney Franco, feliz, declarou:

“O São Paulo é o clube ideal para colocar minha filosofia de trabalho em prática. Gosto de aproveitar os profissionais ao máximo e de fazer um intercâmbio com as categorias de base. Com minha experiência e tempo de futebol, tenho convicção de que poderei fazer um grande trabalho.”

Pois é. Ney Franco cairia como uma luva no Santos e inúmeras vezes leitores deste blog citaram seu nome nos comentários. Talvez perdê-lo tenha sido ainda mais grave do que trocar Romarinho por Bill. Espero que o tempo me desminta. Mas temo que não o fará.

E você, o que achou de o Santos perder Ney Franco?