Mesmo bonito e histórico – como a Vila Belmiro -, o antiquado Rasunda será demolido.

Qualquer semelhança com a Vila Belmiro não é mera coincidência. Os dois estádios são velhos e antiquados. A diferença é que o sueco dá seu último suspiro hoje. Inaugurado em 1937, com capacidade para 36 mil espectadores, o estádio de Rasunda, na grande Estocolmo, recebe às 15 horas as seleções de Suécia e Brasil para o seu último espetáculo – antes de ser demolido e substituído pelo moderno Friends Arena, com capacidade para 50 mil pessoas, já erguido a menos de um quilômetro do Rasunda.

“Não faria sentido reformar um estádio tão antigo, com espaço apenas para 36 mil espectadores. Por isso decidimos fazer um novo, mais amplo e moderno”, disse Sune Hallmströmer, ex-diretor da Federação Sueca de Futebol e hoje responsável pela nova arena.

O Friends tem cobertura retrátil e está localizado em um complexo que abriga hotéis, restaurantes, shopping center, escritórios e centros de conferência. Custou 280 milhões de euros (cerca de R$ 700 milhões) e foi inaugurado em 14 de novembro de 2011 com uma partida entre Suécia e Inglaterra – seleção que foi a adversária do time sueco na inauguração do estádio de Rasunda, em 1937.

O terreno onde fica o Rasunda será vendido para a construção de imóveis – algo, aliás, que poderia ser feito com a Vila Belmiro, já que nunca os imóveis em Santos foram tão valorizados como agora. Como se sabe, é impossível ampliar a Vila ou moderniza-la. E não dá para um time como o Santos ter um estádio com capacidade para 18 mil pessoas que, no entanto, não chega a receber a média de seis mil pagantes.

Mano Menezes também virará sucata

Ao que tudo indica a partida de hoje também representará o fim da tenebrosa era Mano Manezes à frente da Seleção Brasileira. Criticado por jornalistas e ex-jogadores por convocar e escalar mal, o técnico que também poderia ser chamado de “a quarta opção”, finalmente deverá pegar o seu boné e ir cantar em outra freguesia.

Com alguma esperança de se manter no cargo, o treinador fará quatro alterações no time que atuou em Londres: o zagueiro David Luiz substituirá Juan; Daniel Alves entrará no lugar do lateral-direito Rafael; Paulinho e Ramires entrarão no meio de campo.

Se Paulinho há meses é considerado o melhor volante do Brasil, por que não foi convocado para os Jogos de Londres, já que a prioridade da CBF em 2012 era ganhar o ouro olímpico? Os desafetos dizem que se fizesse isso, Mano desfalcaria o Corinthians na Copa Libertadores, o que desagradaria Andrés Sanchez, o diretor de seleções da CBF. Hoje é interessante ter Paulinho como titular pois seu passe será valorizado justamente em um momento em que clubes europeus mostram interesse de contratá-lo.

Na verdade, as suspeitas de que Mano e Sanchez usam seus cargos na CBF para tramar negócios por baixo do pano é um dos motivos que deve fazer com que os dois sejam demitidos. Por enquanto, o presidente da entidade, José Maria Marin, alega que ambos estão prestigiados.

Tudo deverá depender do jogo desta tarde. Se ganhar bem e mostrar um futebol convincente, a Seleção talvez segure os empregos dos dois parceiros. Porém, desanimados pela derrota na final da Olimpíada, é pouco provável que os jogadores corram para defender os cargos do professor que está distante de ser um dos melhores técnicos brasileiros e do diretor de seleções que não sabe falar língua alguma.

Reveja as imagens de Suécia 2, Brasil 5, decisão da Copa de 1958, jogo que começou a dar ao futebol brasileiro a fama de ser o melhor do mundo:

E você, torcerá para quem – ou o quê – hoje à tarde?