Por Sérgio Bertoldi

Apego obstinado às próprias idéias, gostos etc.; Qualidade do que é teimoso; obstinação, persistência, teima excessiva, aquele que teima, birrento, como o povo diz “Mula empacada” aquele que quando coloca algo na cabeça, ninguém tira! Sinônimo de tudo isso: Muricy Ramalho!

Após acompanhar atentamente, as últimas exibições do alvinegro de Vila Belmiro, posso afirmar sem receio nenhum, que se o treinador santista já estivesse focado, em treinar seus jogadores há algumas rodadas atrás, as chances de classificação para a Libertadores de 2013 estariam praticamente garantidas!

Graças a sua teimosia excessiva, Muricy preferiu justificar o péssimo futebol apresentado por sua equipe em rodadas anteriores, recorrendo a intermináveis desculpas e lamentações, primeiro por não poder contar com Neymar quase nunca, e mais recentemente, voltou sua choradeira, para o fato do santos não ter mais, com um armador clássico como era Paulo Henrique Ganso!

Enquanto perdia um precioso tempo, lamentando-se pelo que não tinha, o treinador santista esqueceu-se de olhar para o que tinha! Quando resolveu faze-lo, viu a resposta ser dada por seus jogadores nestas ultimas rodadas!

É inegável que ter no time um jogador excepcional como o Neymar, faz uma diferença enorme, qual treinador no Mundo, não gostaria de tê-lo em seu time?

O que cobrávamos do técnico Muricy Ramalho, era que ele enxergasse que há vida inteligente no Santos fora o Gênio Neymar! O Santos tem sua gloriosa história, escrita por grandes jogadores que também tinham ao seu lado, outros que eram apenas bons jogadores! Nunca nesses 100 anos de vida, o clube ficou dependente de um único jogador, como vinha acontecendo ultimamente.

O Santos voltou a ser o time dos sonhos do torcedor alvinegro? Não, é evidente que não! Muita coisa ainda precisa ser corrigida, mas pelo menos, voltamos a ver nos últimos jogos, uma equipe organizada taticamente, uma equipe bem distribuída em campo voltando a jogar como equipe, coletivamente! Sabendo que o resultado de uma partida, será consequência do que todos fizerem, e não apenas do que um possa fazer!

É pena que talvez seja tarde, mas parece enfim, que o treinador deixou um pouco de lado sua teimosia, e enxergou que tem jogadores de qualidade no elenco, alguns ainda há serem lapidados, outros já prontos, mas todos, eu repito todos, com capacidade para fazer pelo Santos, uma campanha bem superior a que vinha sendo feita! O que faltava então, já que o time é praticamente o mesmo? Acreditar e trabalhar! Volto a ressaltar quando Muricy parou de se lamentar e começou a trabalhar, o Santos voltou a ser um pouco do que seu torcedor espera, e vou mais além, ninguém precisa ter um super time para ser campeão, não é preciso gastar milhões contratando medalhões com salários altíssimos, basta saber contratar! Querem Diego, invistam no meia Lucho do São Vicente, meia esquerda muito habilidoso, querem Robinho, invistam no garoto Waguininho, meia atacante também do São Vicente! Se os amigos vissem, a qualidade que esses jogadores demonstram, mesmo jogando naquele campo horrível do São Vicente, ficariam como eu, a imaginar o que eles fariam, no tapete que é o gramado da Vila!

Existem sim bons jogadores, que podem ser contratados sem precisar fazer altos investimentos, cansei de falar do atacante Oswaldo, que hoje tem sido um dos grandes destaques do São Paulo, na época ele estava no modesto Ceará que caiu para a segunda divisão, também falei bastante do lateral direito Marcos Rocha, lateral do Atlético Mineiro, que caiu no ano passado com o América Mineiro.

Posso indicar aqui, alguns bons jogadores para fortalecer o time no ano que vem: além dos dois meninos do São Vicente, eu tentaria trazer o atacante (Aloísio) do figueirense, ainda em Santa Catarina, eu iria buscar duas grandes promessas do Criciúma, os meias (André Gava e Lucca), para a lateral esquerda que pode ficar sem Juan e Léo, uma boa pedida seria o jogador (Eron) do Atlético Goianiense.

Como podemos ver, não é preciso comprometer os cofres do clube, para montar um elenco competitivo, um elenco que não passe de um aproveitamento de campeão, para um de rebaixado, cada vez que tiver que ceder algum jogador para a seleção, ainda que esse jogador seja um craque como Neymar! Basta apenas boa vontade, e visão na hora de contratar, e que as contratações, atendam única e exclusivamente os interesses do Santos!

Para finalizar, espero que as pessoas que comandam o Santos, dentro ou fora das quatro linhas, se abram mais para o novo! Que se livrem de conceitos ultrapassados! Que tenham a humildade de rever antigas convicções! Porque teimosia, é algo que além de chato, pode sair caro!