Por Wesley Miranda

Hoje a Vila Belmiro completa 96 anos do seu primeiro jogo. Em sua inauguração no dia 22 de outubro de 1916, o Santos venceu o Ypiranga por 2 x 1, com gols do fundador do Santos, o ponta direita Adolpho Millon e do meia esquerda Jarbas. O time formou com Odorico; Américo e Arantes; Pereira, Oscar e Junqueira; Adolpho Millon, Marba, Tedesco, Jarbas e Arnaldo Silveira.

Antes de começarmos a discussão de que ela não comporta mais a torcida santista, que está desatualizada, vamos relembrar as boas histórias, de Urbano Caldeira, as reformas e ampliações, que foram de arquibancada de madeira a de concreto, bailes de carnaval, cinema e até luta de boxe para angariar fundos para que a Vila continuasse a receber o alvinegro. Fato raro no Brasil, com o próprio esforço, o Santos FC ao longo de sua história manteve seu estádio.

O melhor mesmo é relembrar que o templo sagrado do futebol mundial é o berço de craques como Araken Patusca, Antoninho Fernandes, Del Vecchio, Pepe, Pagão, Coutinho, Edu, Clodoaldo, Juary, Pita, Diego, Robinho, Neymar e claro, o maior de todos os jogadores da história, Pelé!! O que foi esse celeiro de Deuses da bola!

Confira a coletânea de estatísticas e informações interessantes deste templo quase centenário do futebol mundial.

Os títulos oficiais na Vila Belmiro

No Estádio Urbano Caldeira o Santos conquistou oito títulos oficiais, daqueles que podemos classificar de importantes.
O primeiro deles, foi o Paulistão de 1955, quando o Peixe quebrou o jejum de 20 anos sem conquistar o estadual ao bater o Taubaté por 2 a 1 com tentos de Álvaro de cabeça e o menino Pepe já perto do final do prélio. A disputa pelo certame nos pontos corridos era contra o Corinthians.
A campanha: 30 jogos – 22 vitórias – 2 empates e 6 derrotas. Gols pró 87 e 50 contra.

A segunda conquista já contou com as presenças dos jogadores do time dos sonhos. Os comandados de Lula conquistaram o Paulista 1960 ao bater o Palmeiras por 2 a 1 com gols do Rei Pelé e o eterno capitão Zito. A disputa pelo certame nos pontos corridos era contra a Portuguesa. Com essa conquista o Santos se qualificava para jogar a importante Taça Brasil 1961.
A campanha: 34 jogos – 22 vitórias – 6 empates e 6 derrotas. 100 gols pró e 44 contra

A terceira conquista no alçapão veio já no ano seguinte, com a vitória sobre a Ferroviária de Araraquara por 6 a 2 com gols de Pelé 2, Pepe 2, Tite e Pagão. A disputa pelo certame nos pontos corridos era contra o Palmeiras.
A campanha: 30 jogos – 25 vitórias – 3 empates e 2 derrotas. 113 gols pró e 33 contra

Em 1961 mesmo, veio a quarta conquista, e a mais importante delas; o primeiro título nacional, a Taça Brasil. O começo de um sonho!
O Peixe conquistou o campeonato ao bater na final o Bahia por 5 a 1 com gols de Pelé(2) Coutinho(2) e Pepe.
A campanha: 5 jogos – 3 vitórias – 1 empate e 1 derrota. 18 gols pró e 6 contra.

Mesmo com um time de fazer inveja nos rivais até hoje, o Santos ficou um tempo sem conquistar título na sua casa, revezando as conquistas em diversos estádios; Maracanã, Monumental de Nuñes, Estádio Da Luz, Pacaembu, La Bombonera, Fonte Nova…

Só em 1964, já Bicampeão mundial, Bicampeão da Libertadores e Tri Brasileiro que o Santos voltava a conquistar um título na Vila. Com gols de Pepe(2) e Toninho Guerreiro, o Santos bateu a Portuguesa por 3 a 2 evitando uma partida extra contra a própria Lusa.
A campanha: 30 jogos – 20 vitórias – 4 empates e 6 derrotas. 95 gols pró e 47 contra

O Sexto título na Vila mais famosa do mundo aconteceu já no ano de 1965, e com duas rodadas de antecedência ao bater o Juventus por 4 a 0 com gols de Pelé(3) e Coutinho. A disputa pelo título era contra o Palmeiras, e de quebra o Santos conquistou o troféu mais valioso do futebol brasileiro; a bola de ouro.
A campanha: 30 jogos – 25 vitórias – 3 empates e 2 derrotas. 93 gols pró e 28 contra

Um longo período sem títulos na Vila. Os títulos foram conquistados no Pacaembu, Maracanã, Parque Antártica, San Siro, Gigante de Arroyito, Benedito Teixeira e especialmente no Morumbi.
Nesse período, o Peixe chegou a conquistar o torneio de Versão 1996 na Vila, mas teria que esperar um pouco mais para conquistar um título oficial.

Só 41 anos depois, que o Santos voltou a faturar mais um troféu na Vila, o sétimo de sua história! O Campeonato Paulista 2006!
Foi na vitória de 2 a 0 sobre a Portuguesa, com gols de Cléber Santana e contra, que o Peixe encerrou seu jejum de títulos em casa e de estaduais(22 anos). A disputa do título era contra o São Paulo.
A campanha: 19 jogos – 14 vitórias – 1 empate e 4 derrotas. 33 gols pró e 19 contra.

O até então, último título, o oitavo, foi conquistado recentemente na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians com gols de Arouca e Neymar. Fato raro, mas não inédito, o Peixe conquista uma final direta na Vila depois de 50 anos! Santos campeão Paulista 2011.
A campanha: 23 jogos – 14 vitórias – 6 empates e 3 derrotas. 45 gols pró e 21 contra.

Os Maiores marcadores e campeões em títulos na Vila
Com oito gols, Pelé é o maior artilheiro em jogos de títulos na Vila, seguido por Pepe com seis e Coutinho com três.
No quesito conquista, o santista Pepe junto com o roseirense Zito são os recordistas com seis títulos cada contra cinco do Rei Pelé e do gênio Coutinho.

Na sua opinião, a caminhada histórica da Vila Belmiro junto ao Santos Futebol Clube já chegou ao fim? Ainda existe espaço no futebol moderno para um estádio quase centenário?