Para o lugar de Ganso, o Santos trouxe o melhor jogador argentino em atividade no Brasil, o meia Montillo. O negócio acaba de ser fechado e já está confirmado no site oficial do Santos (ver na coluna lateral direita deste blog). Segundo o globo.com o Alvinegro Praiano adquiriu 60% dos direitos econômicos que pertenciam ao Cruzeiro por € 6 milhões (cerca de R$ 16,2 milhões) e mais o passe do volante Henrique, que havia contratado em julho de 2011, deste mesmo Cruzeiro, por pouco mais de R$ 6 milhões.

Pelas circunstâncias, foi um bom negócio, que poderá se transformar em ótimo se o argentino justificar a fama. Na verdade, Montillo não vinha jogando tão bem no Cruzeiro, com altos e baixos preocupantes. Mas tem categoria, é rápido, com boa visão de jogo, e no Santos jogará ao lado de Neymar, o melhor jogador do continente. Craque entende craque, e essa é a esperança do santista de ter novamente um time demolidor para torcer.

Uma boa contratação pode parecer pouco, mas time de futebol é como receita culinária. A falta ou o acréscimo de um ingrediente pode fazer toda a diferença. Com Montillo o ataque terá mais opções e o garoto Felipe Anderson crescerá também. Usar Henrique como moeda de troca também foi inteligente, pois no Cruzeiro ele jogava bem, o que não ocorreu no Santos.

Com 28 anos, nascido em 14/04/1984 em Lanús, na Argentina, Montillo começou no San Lorenzo, passou pelo Monarcas Moelia, do México, voltou ao San Lorenzo, teve uma boa passagem pela Universidad do Chile e em julho de 2010 chegou ao Cruzeiro, pelo qual logo se destacou. Seus títulos mais importantes são a Copa Sul-americana de 2002, pelo San Lorenzo, e o Apertura, do Chile, em 2009. No Cruzeiro foi campeão mineiro em 2011.

No Santos ele já terá a oportunidade, a partir de 19 de janeiro – quando o Santos estreará contra o São Bernardo, fora de casa – de brigar por um inédito tetracampeonato paulista, feito que só foi obtido pelo Paulistano nos tempos do futebol amador.

Veja um pouco de Montillo, nova estrela do Peixe:

Nesta sexta-feira tem Meninos da Vila na Copinha

Nesta sexta, às 16 horas, no Estádio Alfredo Schiavetto, da sacolejante Jaguariúna, terra de rodeios e de muitos torcedores do Santos, o Alvinegro Praiano estréia na 44ªCopa São Paulo de Futebol Junior, que volta a receber jogadores da categoria Sub-20. O adversário é o tradicional Remo, de Belém.

O time deve ser basicamente o mesmo que jogou a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista da categoria. Estava previsto que haveria um reforço muito especial: o garoto Gabriel Barbosa, o Gabigol, de apenas 16 anos, mas que já tem uma multa de 50 milhões de euros para um clube estrangeiro que quiser contratá-lo.

Entrevistei o Gabriel para a revista Personalitée e fiquei impressionado com sua seriedade e confiança. Pelas fotos tenho percebido que ele encorpou, ficou mais esguio e forte. Estou certo de que se faria uma ótima Copinha, mas parece que se incorporará aos profissionais sem precisar passar pelo teste.

O Santos está no Grupo % da Copa, que não para de inchar e este ano terá 100 participantes. O Alvinegro voltará a jogar dia 7 contra o São Mateus, do Espírito Santo, e encerrará sua participação nesta fase enfrentando o Corinthians de Alagoas, no dia 10. Todas as partidas serão às 16 horas.

Veja o belo vídeo que a turma da SantosTV fez com os Meninos para atrair os torcedores do Santos da região de Jaguariúna:

E você, o que acha da vinda de Montillo e dos Meninos na Copinha?