Anote na sua agenda!

Há pouco mais de três anos Rodrigo Souto foi trocado por Arouca, reserva do São Paulo. Enquanto Souto disse que no time do Morumbi teria mais visibilidade, Arouca veio quietinho e hoje é jogador de Seleção Brasileira. Quanto ao ex-santista, que passou a ser conhecido como Rodrigo “Visibilidade” Souto, sumiu. Agora o caso está se repetindo com Cícero – o melhor da vitória de ontem pro 1 a 0, sobre o Ituano – e Paulo Henrique Ganso, que foi recebido com festa na Vila Sônia e agora está no banco de reservas, sem nunca ter jogado uma boa partida pelo tricolor.

O clássico na Vila Belmiro será uma boa oportunidade de ver esse duelo e acho que não estou sendo otimista ao prever que o discreto Cícero engolirá o grasnador Ganso, que ainda não mostrou no Morumbi um futebol que se espera de um meia de tanta fama.

Jogador moderno, que defende e ataca com eficiência, erra poucos passes e chuta com força e precisão, Cícero tem sido a melhor contratação do Santos para 2013. Livre da esconfiança de seu antigo clube, está à vontade no Alvinegro Praiano e já conquistou a torcida. Ontem, em Itu, foi o mais eficiente e culminou sua ótima atuação com o gol da vitória, marcado com um chute poderoso de fora da área.

Aí é que entra a diferença do bom jogador e do comum. Chutar, muitos do Santos o fizeram ou tiveram a oportunidade, mas só Cícero o fez como eficácia. Que o lateral Bruno Peres treine mais esse fundamento, assim como André e Montillo, que não conseguem marcar gols, apesar de terem sempre boas oportunidades.

Jubal, que bela surpresa!

Gostei muito do garoto Jubal. Calmo, decidido, com grande categoria, foi um dos maiores responsáveis pelo fato de o Santos não sair de trás com chutões para frente. Até Durval ficou constrangido de apelar para seus “tiros de meta”. O garoto realmente é bom. Se Gustavo Henrique também se firmar o Santos já terá uma dupla de zaga das melhores e saída do forno milagroso da Vila Belmiro.

Mas voltei a me decepcionar com o lateral-esquerdo Guilherme Santos, atrapalhado e sobrecarregado no seu setor, já que poucos o auxiliaram por ali. André também continua jogando mal. Quando o técnico Muricy Ramalho decidirá colocá-lo no banco? Aguardemos or próximos capítulos…

Adriano deu pro gasto. Não foi mal, mas seu joguinho é limitado. Não há dúvida de que Renê voltará como titular. Enquanto André nem tenta nada muito novo, como enfiar uma bola ou acertar um chute a gol, Neymar tenta demais e ontem, novamente, mais errou do que acertou.

Quando jogou exclusivamente para o time, como nos primeiros dez mintuos do segundo tempo, foi bem e permitiu que o Santos fluísse, dominasse e abrisse o marcador. O momento era excelente e poderia ter resultado em novos tentos, mas Neymar passou a individualizar demais as jogadas e só arrumou brigas com Marcinho Guerreiro e outros.

Seu toque por cobertura no goleiro Anderson foi genial, mas no todo o Menino de Ouro não reeeditou suas melhores atuações. Teve algumas oportunidades no mano a mano com o zagueiro e não conseguiu ser bem-sucedido em nenhuma delas. Há momentos em que sem Neymar o time jogaria melhor. Quando ele perceber que prender a bola nem sempre é a melhor opção, ele e o Santos ganharão com isso.

De qualquer forma, a vitória fora de casa mantém o Santos na liderença momentânea, que só será real se vencer o São Paulo no clássico da Vila Belmiro. Os ingressos para os sócios já estão sendo vendidos no site do clube.
Compre, leve um amigo ou parente não sócio, vá ver o clássico entre os dois maiores favoritos ao título do Paulistão e aprecie o duelo entre Cícero e o Ganso.

Veja o gol de Cícero contra o Ituano. Perceba a linda roubada de bola de Jubal que inicia a jogada:

http://youtu.be/c4A5fF2xi-4

E você, o que achou de Ituano 0, Santos 1? Será que a Band deu bom ibope?