capa - neymar- messibarca-san
O jogo ainda nem começou e eles já posam com o troféu. Que ousadia, que desrespeito pelo adversário – desrespeito, aliás, que é compartilhado pela Globo e o Sportv, que anunciam o jogo sem citar o nome do Santos. Tudo bem, o futebol é cíclico. A hora deles chegará!

Sei que muitos que se dizem santistas vão torcer contra para depois cairem de pau nessa diretoria, no técnico Claudinei Oliveira ou nos jogadores veteranos que hoje meio que escalam o time, como Edu Dracena e Léo. Mas qualquer equipe do Santos, com quaisquer jogadores, qualquer técnico e diretoria que entrem em campo, eu torço a favor, e muiiito. Os jogadores, principalmente os Meninos, não têm nada a ver com a aguda incompetência dos dirigentes do clube e não merecem passar o vexame que se avizinha. Que ao menos vejamos hoje um time que lute, coisa que aquele da final do Mundial não fez.

Se Neymar, em um discurso ensaiado que não engana ninguém, diz que seu sonho de infância era jogar no Barcelona, há um sonho bem maior em jogo hoje às 16h30m (horário do Brasil), que é o de ver novamente o Alvinegro Praiano no lugar para o qual ele nasceu, que é o de reinar no mundo do futebol.

No momento este nosso sonho parece distante, e talvez pareça muito mais depois do jogo dessa tarde, que reúne um dos melhores times do mundo contra um Santos combalido, inseguro, convalescente de um período de gastança e mau planejamento. Porém, se houver uma felicíssima surpresa, não será a primeira vez que os deuses do futebol se apiedam do Alvinegro Praiano e mexem seus divinos pauzinhos para que seu orgulho sobreviva.

Sim, o único objetivo desse jogo pessimamente agendado por essa diretoria deslumbrada com a possibilidade de dirigir o Santos e, mais do que isso, “administrar” o imenso capital que o clube faz girar, o único objetivo dessa partida é manter o orgulho do santista vivo.

Em 1998 a arbitragem não deu um gol de Claudiomiro a dois minutos para o final (ele cabeceou e a bola entrou, mas o gol não foi anotado). A partida terminou empatada e o time catalão levou o trofêu na disputa de pênaltis. Veja:

E você, o que espera de Barcelona x Santos?