Ganhar do Sport em Recife sempre foi difícil. Mas no Brasileiro de 2009 aconteceu. Lembra?

Eu adoro ataque, sou adepto do jogo ofensivo, mas para que ele seja praticado, por paradoxal que possa parecer, antes é preciso tomar algumas precauções defensivas. E o Santos com Thiago Ribeiro, Leandro Damião e Gabriel estava deixando o meio de campo muito exposto. Hoje, às 21 horas, na Arena Pernambuco, diante do jogo de seis pontos contra o Sport, algo me diz que Enderson Moreira escalará o time com Alan Santos no lugar de Gabriel, fechando mais o meio.

Com boas atuações e dois gols, Alan Santos estava se firmando entre os titulares quando se machucou e perdeu o lugar para Alison. Hoje, deverá ter a oportunidade de voltar a formar no meio-campo, desta vez ao lado de Arouca, Souza e Lucas Lima.

Do trio atacante, quem deve sair é Gabriel. Realmente, ele tem sido o menos eficiente dos atacantes do Santos, menos ainda do que Thiago Ribeiro, que ao menos participa mais do jogo. Leandro Damião teve uma atuação alentadora sábado, no Pacaembu, e não pode sair do time agora. A verdade é que Gabriel não tem evoluído como jogador. Faltam-lhe muitos fundamentos. Está mais preocupado em ensaiar maneiras de comemorar seus raros gols do que jogar para o time.

De qualquer forma, Gabriel talvez possa entrar no decorrer do jogo, no lugar de Leandro Damião ou Thiago Ribeiro. O certo é que, repito, seria temerário jogar com um meio-campo esvaziado diante do Sport, um time que se apresenta muito bem diante de sua torcida.

Segundo o jornal Diário de Pernambuco, o Sport “é, ao lado do Grêmio, o segundo melhor mandante da Série A com 74% de aproveitamento – atrás apenas do Cruzeiro, com 92,5%. Na Ilha do Retiro, o Sport fez oito partidas, venceu cinco, empatou duas e perdeu apenas uma.”

O jogo vale seis pontos porque o Santos está dois pontos atrás do Sport e, obviamente, o ultrapassará com uma vitória. Mas a vitória santista, se vier, será suada, e dependerá de aproveitar os espaços criados pelo desespero do adversário, que tem como meta ficar no grupo de classificados para a Copa Libertadores e tem amargado maus resultados nas últimas rodadas.

O time mais provável do Santos para o jogo desta noite é Aranha, Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Zé Carlos; Arouca, Souza e Lucas Lima; Alan Santos (ou Gabriel), Leandro Damião e Thiago Ribeiro.

O Sport, do técnico Eduardo Baptista, deverá iniciar a partida com Magrão, Patric, Durval, Ferron e Renê; Rithely, Wendel, Ibson, Érico Júnior e Felipe Azevedo; Neto e Baiano (Danilo). Felipe Azevedo estea há um século sem amrcar gols, espero que não saia do jejum justo contra o Santos.

A arbitragem será de Grazianni Maciel Rocha, auxiliado por Dibert Pedrosa Moises e Wendel de Paiva Gouveia, todos do Rio de Janeiro. A torcida do Santos deverá ocupar o Anel Superior, Nível 3 Norte, com entradas a 50 reais a inteira e 25 a meia.

E você, fecharia o meio, ou iria com três atacantes?