robinho feliz de novo
Robinho voltou da seleção e já foi a alegria dos treinos. Hoje ele estará em campo no ataque do Santos, contra o Coritiba (Foto: Ricardo Saibun/ Santos FC)

Em um raio inferior a dez quilômetros, a partir da Vila Belmiro, o Santos tem 400 mil torcedores – somando-se apenas os seus adeptos em Santos, São Vicente e Guarujá. Portanto, se neste sábado, em que o Alvinegro Praiano enfrenta o Coritiba, às 21 horas, na velha e boa Vila Mais Famosa do Mundo, apenas um em cada 25 destes santistas que o rodeiam resolver ir ao jogo, o estádio receberá sua lotação máxima.

Parece lógico que essa lotação seja conseguida. Até porque não somei os santistas das outras seis cidades da Baixada Santista, região em que o Santos lidera nas pesquisas de torcidas de futebol, e muito menos acrescentei os muitos torcedores que descem para a Vila partindo da Capital, do ABCD, das populosas Guarulhos e Osasco e do Interior do Estado.

Veja que, na teoria, a Vila Belmiro deveria estar sempre lotada, pois é rodeada por uma população imensa de santistas e também porque se trata de um estádio que tem a menor capacidade dentre todos da Série A do Brasileiro, com 16.798 espectadores (o do Chapecoense chega a 19 mil e o do Figueirense, 19.584).

Já discutimos muito sobre os motivos que podem ter reduzido a média de público da Vila Belmiro, e entre eles está a construção dos camarotes. Será que eles rendem o suficiente para compensar o que se perde de lugares populares? Será que a renda dos camarotes não entra nos borderôs e por isso parece sempre que as arrecadações na Vila mal dão para pagar as despesas?

Não sei responder. Quem puder, que o faça. O que sei é que o público diminuto na Vila Belmiro é um mistério que vem de muito tempo atrás. Hoje, porém, não é dia de pensar nisso. Hoje é dia de desligar o pay per view, negar o convite dos colegas do boleco para ver o jogo em HD com promoção de chope e picanha e exercer o seu sagrado dever de torcedor do Santos.

Vá à Vila Belmiro. Se o estacionamento é caro, saia mais cedo e caminhe ou tome um ônibus. Se não tem dinheiro para o lanche, vá comido. Se a grana é curta, compre o ingresso mais barato. Mas não se iluda achando que está ajudando o seu time do coração sendo um torcedor de sofá ou um corneteiro de boteco. Lugar de santista, ainda mais daquele que mora no máximo a 10 quilômetros da Vila Belmiro, é lá no estádio.

E vá preparado para sofrer, pois torcedor que é torcedor sofre mesmo. Quer só apreciar grandes espetáculos? Vá ao balé, à ópera ou a um concerto. Ou ao Cirque du Soleil de verdade. Futebol é aflição do começo ao fim, meu caro. Vá viver a vida intensamente, não se proteja atrás da tela da tevê. E vá prevenido, pois o jogo de hoje pode ser dramático.

Coritiba, um adversário de respeito

Outro dia o Coritiba era o último colocado do campeonato e parecia não ter como fugir do rebaixamento. Porém, se vencer o Santos hoje poderá terminar a rodada fora do Z4 e ao mesmo tempo empurrará o Santos para uma posição muito delicada na tabela. É o tipo de jogo em que o empate já será muito ruim para o Santos. Mas a vitória só virá com muita determinação, qualidade que pode e deve ser injetada pela torcida.

Para o técnico Enderson Moreira o adversário de hoje traz péssimas lembranças, pois foi justamente depois de ser derrotado pelo Coritiba, em Porto Alegre, que ele acabou demitido do Grêmio, seu último clube. Para não ser surpreendido desta vez, irá a campo com Aranha, Cicinho, Edu Dracena (ou Neto), David Braz e Zé Carlos; Alison, Arouca e Lucas Lima; Gabriel, Leandro Damião e Robinho.

Mena está com uma distensão na coxa, assim como Thiago Ribeiro. Isso dará ao torcedor um grande atrativo, que será ver Robinho e Gabriel novamente juntos no ataque do Santos. Quem sabe hoje o garoto não desencanta e joga o que ele e seu empresário dizem que joga.

No Coritiba, a boa notícia, para os santistas, é que o craque Alex, recuperando-se de contusão, não poderá atuar. Mas a má notícia é a de que o argentino Martinuccio, que formará o ataque ao lado de nosso conhecido Zé Love, está voltando a jogar bem e fazer gols.

O time escalado pelo técnico Marquinho Santos deverá ter Vanderlei, Ivan (ou Reginaldo), Leandro Almeida, Luccas Claro e Carlinhos; Hélder, Rosinei, Elber e Robinho; Martinuccio e Zé Love.

No retrospecto deste confronto nos últimos dez anos, o Santos tem vantagem de duas vitórias, mas se a análise for feita apenas nos últimos seis anos, a vantagem de duas vitórias passa a ser do time paranaense. Na Vila, o Santos só perdeu duas vezes para o Coritiba.

Hoje o Coritiba espera estrear sua nova camisa (com patrocínio da Caixa). Ocorre que a camisa é branca. Será que o Santos jogará com a sua nova listrada? Bem, essa listrada do Santos, com riscas largas, ficou muito bonita.

Ingressos para o jogo desta noite

Os ingressos pelo site foram encerrados ontem, sexta-feira, às 15 horas, mas estão à venda nas bilheterias da Vila Belmiro das 10 horas até o final do primeiro tempo. Confira os preços:

Arquibancadas Superiores (Portões 7/8 e 24), inclusive visitante (Portão 21): R$ 20 (a inteira) e R$ 10 (a meia)
Arquibancada Térrea Lateral (Portão 26): R$ 30 (a inteira) e R$ 15 (a meia)
Cadeira Coberta de Fundo (Portão 22): R$ 60 (a inteira) e R$ 30 (a meia)
Cadeira Coberta Lateral (Portão 25): R$ 70 (a inteira) / R$ 35 (a meia)

Grande vitória do Santos sobre o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro de 2009:

E então, o Santos pode contar com seu grito hoje à noite, na Vila?