15 times mais votados na Timemania em 2015 (até 31/03)

Diferença do Santos para o primeiro colocado é menos de 2%

Colocação Clube UF TOTAL % Total
1º FLAMENGO RJ 1.885.128 5,26%
2º CORINTHIANS SP 1.678.739 4,69%
3º SAO PAULO SP 1.233.457 3,44%
4º SANTOS SP 1.228.961 3,43%
5º PALMEIRAS SP 1.140.194 3,18%
6º GREMIO RS 1.079.685 3,01%
7º VASCO DA GAMA RJ 971.646 2,71%
8º INTERNACIONAL RS 954.174 2,66%
9º CRUZEIRO MG 940.151 2,62%
10º BOTAFOGO RJ 878.665 2,45%
11º ATLETICO MG 817.818 2,28%
12º BAHIA BA 793.365 2,21%
13º FLUMINENSE RJ 791.449 2,21%
14º FORTALEZA CE 684.093 1,91%
15º GOIAS GO 607.722 1,70%

EM PLENA MADRID, PERES FALARÁ SOBRE A ESPANHOLIZAÇÃO


José Carlos Peres e eu durante trabalho pela Unificação dos Títulos Brasileiros. Agora a luta é pela Competitividade e contra a Espanholização.

Um conceito que discutimos exaustivamente neste blog será anunciado e analisado por José Carlos Peres, executivo do G4 Paulista, em plena Europa. No dia 9 de abril, diante de dirigentes de grandes clubes europeus, entre eles Barcelona e Real Madrid, e da Uefa, Peres falará sobre a sagrada competitividade no futebol em um seminário internacional realizado em Madrid e criticará a “Espanholização”.

O executivo brasileiro estará munido de documentos e informações que comprovam os prejuízos para a competitividade do futebol de um País provocados pelos privilégios a apenas dois clubes, como ocorre na Espanha e está caminhando para ocorrer no Brasil. A redução das possibilidades dos outros concorrentes enfraquece as competições e o futebol como um todo. Inglaterra e Alemanha são os maiores exemplos do que uma divisão mais justa da riqueza do futebol pode fazer pelo esporte.

Presume-se que o tema apresentado por José Carlos Peres causará calorosos debates, pois só na sua mesa estarão Jose Maria Cruz, diretor geral do Sevilha, clube espanhol que tem se colocado frontalmente ao sistema que favorece Barcelo e Real Madrid; Daniel Lorenz, diretor do Porto, de Portugal, um dos favorecidos pela “Espanholização” do futebol português, e um diretor da Uefa.

seminario europa

Programa do dia da participação de José Carlos Peres

TPO Seminar – 9th April 2015 – Hotel Eurostars Madrid Tower
Provisional Agenda
9h00 – Registration
9h15 – Opening – Director General of LFP, Javier Gomez
9h30 – Presentation by Nelio Lucas, Doyen Sports

10h15 – Panel 1: TPO – The key to maintaining competitiveness in global football – Moderated by the Director of Marca
– Julio Senn, Senn Ferrero
– JonnyNye, SRG Capital
– Paulo Gonçalves, SL Benfica
– Fred Luz, CR Flamengo
– Miguel Angel Gil, Atlético Madrid
– Representative from a French club
11h00 – Coffee break

11h30 – Panel 2: Regulation vs prohibition: a financing model for clubs – Moderated by the Director of As
– UEFA
– Marcos Motta, Bichara & Motta
– José Maria Cruz, Sevilla FC
– Daniel Lorenz, FC Porto
– José Carlos Peres, G4 Paulista
– Aldo Van der Laan, FC Twente

12h15 – From the streets to stardom. The role played by TPO’s in players’ careers
– Jonathan Barnett, Stellar Group CEO
– Mario CelsoPetraglia, President of Atletico Paranaense

12h45 – Closing session – LFP President, Javier Tebas and Liga Portugal President, Luis Duque

13h15 – End of event, courtesy cocktail for participants and guests

E você, o que acha de Peres discutir a Espanholização em Madrid?