No dia do aniversário do Santos, aproveite para colocar em ordem sua biblioteca e para presentear amigos santistas

White and Black Tuesday

Desta noite de segunda-feira, até meia-noite de amanhã, 14 de abril, dia em que o Santos comemora 103 anos, este blog, para comemorar mais este aniversário do time que amamos, reduzirá ao máximo o preço dos livros vendidos em nossa livraria.
Tanto o “Dossiê”, como o “Donos da Terra”, o “Na Raça!” e a “Agenda Permanente do Santos” serão vendidos por 12 reais cada um até a meia-noite desta terça-feira.
O “Sonhos mais que possíveis” custará apenas 6 reais.
O “Almanaque do Santos” e o “Segundo Tempo – de Ídolo a Mito” serão vendidos, excepcionalmente, por 69 reais cada.
Aproveite essa oportunidade para conhecer mais a história do Santos e também para presentear queridos amigos santistas. Os preços voltarão ao normal após a meia-noite de terça-feira.

Odir Cunha

Jogo entre Santos e São Paulo será domingo, às 18h30, na Vila Belmiro. O estádio e o horário não são os preferidos dos santistas. A diretoria mais uma vez apostou na “mística da Vila” e, mesmo com o clube passando por grave crise financeira, decidiu faturar bem menos do que se jogasse no Pacaembu. Assim fica difícil entender o nome da chapa que elegeu Modesto Roma: “Santos Gigante”. A boa notícia é que Robinho terá mais tempo para se recuperar da fisgada na coxa. A outra semifinal, com transmissão pela tevê aberta, será no domingo, às 16 horas, direto do Itaquerão. O jogo do Santos deve ser transmitido pelo Sportv.

Time vencedor do rachão
Sem Robinho, time sem colete perdeu o rachão desta segunda-feira. Aqui a pose dos vencedores (Ricardo Saibun/ santos FC).

Marcelo Fernandes fala do time misto que enfrentará o Londrina:

Viva os bastidores de Santos 3 x 0 XV de Piracicaba:

3 a 0, sem sustos. Agora, que venha o São Paulo

Robinho
Robinho entorta na Vila lotada, com 11.260 pessoas. Mas uma fisgada na coxa tirou o craque do jogo aos 8 minutos do segundo tempo e poderá afastá-lo da semifinal contra o São Paulo (Fotos de Ricardo Saibun/ Santos FC).

Lucas Lima
Lucas Lima, mais uma vez o melhor em campo.

Não se pode dizer que o Santos tenha feito uma partida excepcional, mas a verdade é que não correu riscos contra o XV de Piracicaba, na Vila Belmiro. Sua defesa esteve bem e o ataque criou inúmeras oportunidades. No final, com dois gols de pênalti indiscutíveis (de Robinho, no primeiro tempo, e de Ricardo Oliveira no segundo) e mais um golaço de Lucas Lima no finzinho da partida, o Glorioso Alvinegro Praiano se classificou para enfrentar o São Paulo pela semifinal.

Coincidentemente, nesta semifinal vão se encontrar dois times que ganharam limpamente por 3 a 0, e outros dois – Corinthians que Palmeiras – que venceram por 1 a 0 mas acabaram favorecidos pela arbitragem, que não deu um gol legítimo para seus adversários no primeiro tempo, quando ambas as partidas estavam 0 a 0. A Ponte teve um gol erroneamente anulado por impedimento, e o Botafogo, também em falha da arbitragem, teve um gol anulado por suposta falta no goleiro Fernando Prass.

Bem, mas Santos e São Paulo mereceram chegar à semifinal e deverão fazer um belo confronto na Vila Belmiro. A grande preocupação dos santistas é a provável ausência de Robinho, que saiu de campo ao sentir uma fisgada na coxa e poderá desfalcar o time contra o São Paulo. As datas e locais dos jogos ainda não foram definidas.

Nem vou dizer que o Pacaembu seria uma ótima opção para aliviar a penúria financeira do Santos , pois tenho certeza de que Vila Belmiro será escolhida como o local da partida. Pela experiência, creio que a Federação Paulista/ Rede Globo colocará Santos e São Paulo no sábado e deixará a outra semifinal para domingo, às 16 horas.

Geuvânio
Geuvânio tem ginga e habilidade, mas às vezes abusa das jogadas individuais (Ivan Storti/ Santos FC).

Atuações dos santistas

Vladimir – Não foi exigido. 6.
Vitor Ferraz – Regular, como sempre. 6
Gustavo Henrique – Firme, principalmente nas bolas altas. Facilitado pela pouca eficiência ofensiva do XV. 6.
Werley – o mesmo que Gustavo Henrique. 6 .
Chiquinho – Regular, como Vitor Ferraz, mas errou muitos cruzamentos. 6.
Valencia – Desta vez marcou melhor, ganhando a maioria das divididas. 6,5.
Leandrinho. Regular. Não comprometeu. 6.
Lucas Lima – Participativo como sempre. Sofreu um pênalti e fez um gol. 8.
Geuvânio: Joga bem, tem habilidade. Mas às vezes precisa segurar menos a bola. 6,5.
Robinho – Enfeitou algumas jogadas, mas é o atacante mais perigoso. Abriu o marcador cobrando pênalti. Sua saída, machucado, foi sentida pelo time. 6.
Ricardo Oliveira – Desta vez teve uma atuação apagada. Mas jogou sozinho contra a defesa do XV e marcou um gol de pênalti. 6
Técnico Marcelo Fernandes – Não inventou. Sem David Braz e Renato, escalou Gustavo Henrique e Leandrinho. Time não teve uma exibição excepcional, mas obteve a vitória com segurança. 7.

Dos que entraram durante a partida, Marquinhos Gabriel jogou mais tempo. Participativo, correu bastante e fez o lance que provocou o segundo pênalti. 5,5. Gabriel entrou com vontade. 5. Lucas Otávio jogou pouco tempo, mas não comprometeu. Sem nota.

Santos 3 x 0 XV de Piracicaba
12/04/2015, domingo, 16h, Vila Belmiro
Público: 11.260 pessoas. Renda R$ 456.095,00
Santos: Vladimir, Victor Ferraz, Werley, Gustavo Henrique, Chiquinho; Valencia (Lucas Otávio), Leandrinho, Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel Barbosa), Ricardo Oliveira e Robinho (Marquinhos Gabriel). Técnico: Marcelo Fernandes.
XV de Piracicaba: Roberto; Éder Sciola, Leonardo Luiz, Rodrigo e Fabiano; Renan Foguinho, Diego Silva [Chico], Tony e Henrique; Paulinho e Bruninho [Roni].
Técnico: Toninho Cecílio.
Gols: Robinho aos 15 minutos do primeiro tempo (pênalti); Ricardo Oliveira aos 34 (pênalti) e Lucas Lima aos 44 minutos do segundo.
Arbitragem: Guilherme Ceretta de Lima, auxiliado por Anderson Jose de Moraes Coelho e Rogerio Pablos Zanardo.
Cartões amarelos: Fabiano, Renan Foguinho e Tony (XV]; Lucas Lima (Santos).

Lucas Lima
O goleiro já era. Lucas Lima vai fazer o terceiro do Santos (Ivan Storti/ Santos FC).

Veja os melhores lances pelas lentes da SantosTV:

Será que, mesmo sem Robinho, o Santos pode ganhar do São Paulo?