O Santos tocou tanto a bola contra o Sport, virando o jogo de um lado para o outro do campo, que deu a impressão de que não queria fazer gols. O Sport, ao contrário, mesmo com muitos reservas, atirou-se ao ataque sempre que pode e, aproveitando-se de falhas dos zagueiros Werley e David Braz, chegou a uma vitória justa por 2 a 1.

O torcedor santista ficou com a impressão de que o time poderia ter feito mais, se realmente quisesse. O Santos já poderia ter aberto o marcador logo aos 14 segundos de partida, quando Ricardo Oliveira apareceu livre e chutou em cima do goleiro. O Sport marcou aos 3m03s, depois que Werley perdeu uma dividida na área para Régis, que chutou em seguida, pegando Vladimir no contra-pé. Mas o Santos voltou a controlar o jogo até empatar, com Lucas Lima, aos 20m37s.

O contra-ataque foi perfeito e o passe de Robinho deixou Lucas Lima livre para dar um meio drible no goleiro e marcar. As 32 minutos lucas Lima deu excelente passe para Ricardo Oliveira, que penetrava sozinho, com grande chance de desempatar a partida, mas a arbitragem, erradamente marcou impedimento.

Até o final do primeiro tempo o Santos controlava o jogo e parecia mais perto do empate. Veio a segunda etapa e aquele medo do torcedor santista de o time cair muito de produção se justificou novamente. Aos 8m32s o sport só não desempatou por sorte, pois novamente a bola pererecou na área santista e chiquinho acabou salvando.

Aos 11 minutos Marcelo Fernandes tirou Valencia, que estava errando todos os passes, e colocou Elano, que não errou nenhum. Aos 22m48s lucas Lima, o que mais parecia interessado na vitória, arriscou um chute de longe, mas o goleiro espalmou.

Quando parecia que o Santos levaria para o segundo jogo ao menos um empate, David Braz tomou um drible seco de Régis, que tocou para Renê desempatar. Golaço do time que quis mais a vitória.

Aos 31 minutos saiu Robinho, muito apagado no segundo tempo, e entrou Gabriel, que pouco fez. logo em seguida saiu Geuvânio e entrou Lucas Crispim. Estas duas últimas substituições não foram boas. O sport passou a dominar e esteve mais perto do terceiro gol do que o Santos do segundo.

Pela facilidade com que jogava no primeiro tempo e continuou jogando até sofrer o segundo gol do Sport, o Santos deu a impressão de que se forçasse mais, se tivesse mais vontade de vencer, teria arriscado mais chutes a gol, ido mais para a frente. houve jogada em que o time tocou a bola até o ataque, virou de um lado para o outro e acabou recuando, sem nenhuma vontade de tentar uma jogada pelo meio.

Como o time que é eliminado nesta fase entra na Copa Sul-americana, que é menos difícil do que a Copa do Brasil, é natural que o torcedor desconfie de atuações assim. mas no caso do Santos sabemos que fora de casa, ainda mais nos segundos tempos, o time cai muito mesmo.

Atuações dos santistas

Vladimir – Saiu bem em algumas bolas altas. Escolheu o canto errado nos gols. 5.
Victor Ferraz – Desta vez não reeditou suas melhores atuações. 5.
Werley – Zagueiro que se preza não perde dividida na área. 4.
David Braz – Apagado, ainda falhou no segundo gol. 4.
Chiquinho – Salvou um gol, apoiou até que bem no primeiro tempo. 5.
Valencia – Cansou de errar passes. Que coisa! 3.
Renato – Jogou bem. Marcou e tocou a bola com tranquilidade. 6.
Lucas Lima – Novamente o melhor do time. Autor do gol. 7.
Geuvânio – Buscou o gol, além de ajudar na marcação. 6.
Ricardo Oliveira – Criou pouco e ao ajudar a defesa fez faltas bobas. 3.
Robinho – Deu o passe para o gol, mas não jogou bem. 4.
Marcelo Fernandes – Fez o que pode. Os jogadores não cooperaram. Por ter escalado os titulares e pelas substituições que fez, percebe-se que o técnico queria a vitória. Mas os jogadores não se empenharam como ele queria. Trocou bem Valencia por Elano. Robinho também precisava ser substituído, mas Geuvânio deveria ficar. 6.
Dos jogadores que entraram, Elano foi o melhor. Jogou para a frente, enfiando ótimos passes. Pena que ele não se empenhe na marcação, como Valencia. Mesmo assim, acho que já está na hora de colocá-lo desde o início do jogo. 6. Gabriel e Lucas Crispim não tiveram tempo para ter uma nota.

E você, o que achou de Sport 2 x 1 Santos?