Se hoje for um empate como este, está ótimo:

Pelo retrospecto dos dois times, a lógica no jogo deste domingo é uma vitória do Internacional. Mas o Santos foi um pouco melhor do que a lógica nos dois últimos jogos, ao empatar com o Atlético/Mo em Minas e vencer o Corinthians na Vila. Hoje um empate já seria, pelas circunstâncias, um bom resultado. Torçamos.

Treino no CT Rei Pelé
Rafael Longuine e Ricardo OLiveira treinam para pegar o Inter. Está na hora de um grande resultado fora de casa (Ricardo Saibun/ Santos FC).

O Santos vive uma situação financeira crítica devido a péssimas decisões de seus últimos administradores. Isso é fato que deve ser apurado com rigor. Porém, o clube não pode parar. A única forma de impedir o pior é trabalhar rápidamente e com eficácia.

Nestes dias, uma rápida passagem pelas mídias sociais e pelos blogs dedicados à torcida santista, deixa evidente que mesmo os que defendiam a eleição de Modesto Roma cobram uma atuação mais decisiva do dirigente.

Em seis meses de gestão, nada foi feito de prático com relação à valorização dos jogos (o clube continua repassando a terceiros a responsabilidade de organizar e promover seus mandos de jogo); à captação de mais sócios (ao contrário, o Santos perde associados a cada dia, sem nenhuma tentativa de retê-los); à concretização de um patrocinador master, a um novo acordo com a tevê, à criação de uma liga ou associação de clubes…

Meio ano já se passou e a caça às bruxas não tem fim. O santista concorda que as responsabilidades precisam ser apuradas e, caso se confirme o dolo, as medidas legais devem ser tomadas contra os antigos administradores, mas este não pode ser o único assunto ou objetivo desta diretoria, ou as paredes da Vila Belmiro se tornarão o muro das lamentações do futebol. É preciso arregaçar as mangas, falar menos e trabalhar mais.

Imagens de uma paixão

O Santos tem a felicidade de ter dois fotógrafos excepcionais cobrindo os seus jogos e treinos. São eles Ivan Storti e Ricardo Saibun. Agora, ambos estão lançando o livro “O Time da Virada”, mostrando, em lindas fotografias, a trajetória do Alvinegro Praiano no Campeonato Paulista de 2015. Vale a pena ter este belo livro em casa. Veja o vídeo do lançamento de “O time da virada”:

Time dos Sonhos comprova que o Santos foi bem melhor do que o Real Madrid de Puskas e Di Stéfano

time dos sonhos - autor lendo trecho do livro para Robinho

Na terceira edição do livro Time dos Sonhos, a mesma que será reimpressa pelo processo de crowdfunding, ou financiamento coletivo, eu comparo o Santos bicampeão mundial de 1962/63 com o Real Madrid de Puskas e Di Stéfano, campeão do mundo de 1960, que alguns jornalistas defendiam ser o melhor time de todos os tempos.

É importante pesquisar, checar os fatos, antes de se formar uma opinião. Time dos Sonhos mostra aspectos da vida do Santos que passaram batidos pela imprensa esportiva brasileira. Por isso eu e outros profissionais, além do pessoal da Kickcante, estamos tão empenhados em relançá-lo.

Lembro que com apenas 70 reais você garantirá um exemplar livro, uma verdadeira bíblia, com 528 páginas, e ainda terá o seu nome impresso no capítulo final da obra. Estou feliz com a receptividade cada vez maior da campanha. Se ainda não kickou, kicke. Agradeço e afirmo que não se arrependerá.

Clique aqui para conhecer quem concorda que o Santos foi o melhor time de todos os tempos

Você não acha que essa diretoria tem de fazer menos política e trabalhar mais?