Segura o homem! A bola gruda no pé de Lucas Lima, que deixa três jogadores do Avaí para trás (Ricardo Saibun/ Santos FC).

Em um sábado de festa na Vila Belmiro, que recebeu 12 mil pagantes, o Santos atuou como nos seus melhores dias, em que a força de seu ataque minimiza suas falhas defensivas. Fez 5 a 2 no Avaí, saltou para 27 pontos, sete acima da zona de rebaixamento, passou a ter o terceiro melhor ataque do Campeonato Brasileiro, com 30 gols, e tornou possível ao seu torcedor voltar a sonhar com uma vaga na Copa Libertadores, caso o título da Copa do Brasil não venha.

Aos 13 minutos o Alvinegro Praiano, trajando estranho uniforme cinza escuro, já vencia por 2 a 0, com gols de Gabriel, aproveitando escanteio fechado de Lucas Lima, e do surpreendente Thiago Maia, penetrando pelo meio. Mas o jogo ainda não estava definido, como mostrou o estreante Léo Gamalho, diminuindo para o time catarinense aos 29 minutos.

Na segunda etapa, logo aos dois minutos, Ricardo Oliveira recebeu bom passe de Geuvânio, penetrou pela meia-esquerda e bateu de canhota, no contra-pé do goleiro Diego, distanciando-se na artilharia do campeonato, com 11 gols. Aos 35 minutos, Nilson, que substituiu Oliveira, marcou o seu primeiro gol com a camisa do Santos, depois de contra-ataque puxado por Leandro. Léo Gamalho diminuiu aos 37, mas Lucas Lima, cobrando pênalti duvidoso que ele mesmo sofreu, aumentou para 5 a 2 aos 47 minutos.

A vitória fez o Santos subir para a décima posição, mas poderá perde-la caso Ponte Preta ou Internacional vençam suas partidas neste domingo. De qualquer forma, o Alvinegro Praiano vive seu melhor momento no Brasileiro desde o início da competição. Suas próximas partidas serão contra o Cruzeiro, fora; Chapecoense, em casa, e Sport, fora.

Santos 5 x 2 Avaí
Vila Belmiro, 18h30, 22/08/2015
1ª rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro
Público: 12.036 pagantes. Renda: R$ 289.880,00.
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz; Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Gabriel (Leandro), Ricardo Oliveira (Nilson) e Geuvânio (Marquinhos Gabriel). Técnico: Dorival Júnior.
Avaí: Diego, Nino Paraíba, Antônio Carlos, Jéci e Marrone (Romário); Adriano, Pablo, Tinga (Roberto) e Camacho; Rômulo (Conrado) e Léo Gamalho. Técnico: Gilson Kleina.
Gols: Santos: Gabriel aos 10; Thiago Maia aos 13 e Léo Gamalho aos 29 minutos do primeiro tempo; Ricardo Oliveira aos dois, Nilson aos 35, Léo Gamalho aos 37 e Lucas Lima aos 47 minutos do segundo tempo.
Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Alessandro Rocha Matos (BA) e Marcelo Barison (RS).
Cartões amarelos: Lucas Lima (Santos); Jéci, Romário e Adriano (Avaí).

Mais 18 dias do livro Time dos Sonhos com preço de pré-venda

time dos sonhos - autor autografa livro para Andre Luiz
Em 2004, o zagueiro André Luiz, uma das “torres gêmeas”, foi um dos presenteados com um exemplar de Time dos Sonhos.

Você tem mais 19 dias para adquirir o livro Time dos Sonhos com o preço promocional de pré-venda e ainda ter o seu nome, ou o nome de seu filho, seu pai, ou um amigo ou amiga santista no capítulo final do livro. Já pensou que presente?

Time dos Sonhos conta toda a história do Santos desde a fundação até o título brasileiro de 2002. Em suas mais de 300 páginas a obra tem tantas informações que é chamada de “A Bíblia do Santista”. Esgotada nas livrarias, ela está sendo relançada nessa campanha de financiamento coletivo.

Clique aqui para adquirir o seu Time dos Sonhos com 58% de desconto e ainda ganhar seu nome – ou o nome de quem você quiser – impresso no último capítulo do livro

E você, está se empolgando com esse Santos?