No último jogo entre ambos, o domínio do Santos foi total e 1 a 0 foi pouco.

Nunca escondi que considero Santos e Corinthians o jogo de mais tradição e rivalidade na história santista. Primeiro clássico paulista, final do primeiro título estadual e do mais recente título brasileiro do Alvinegro Praiano, duelo dos tabus, encontro que mais vezes atraiu público superior a 100 mil pessoas, chamo esta partida de “a maior rivalidade alvinegra do futebol” e até fiz um livro, intitulado “o Grande Jogo”, em parceria com o amigo corintiano Celso Unzelte, contando as glórias e peripécias desse embate secular.

Hoje, às 22 horas, na sagrada Vila Belmiro, os dois times completos começarão a escrever novo capítulo dessa riquíssima história, iniciando, pela primeira vez, um desafio pela Copa do Brasil. O jogo de volta será dia 26, próxima quarta-feira, também às 22 horas, na Arena Corinthians.

Por mais que o desempenho de ambos no Campeonato Brasileiro mostre duas realidades distintas – já que um é líder e o nosso Santos se esforça para não ser rebaixado –, acredito que nesse desafio da Copa do Brasil não há favoritos. Se o Santos estiver nos seus bons dias, pode ganhar, e ganhar bem, a partida de logo mais.

No Santos, Renato volta ao time, que deverá entrar em campo com Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Gabriel, Ricardo Oliveira e Geuvânio. O Corinthians, que terá os retornos de Renato Augusto e Uendel, poupados contra o Avaí, deverá iniciar a partida com Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique; Jadson, Elias, Renato Augusto e Malcom; Luciano. Como se vê, na formação tática o Santos será mais ofensivo.

Esse é o tipo de jogo que motiva o jogador do Santos, porque ele sabe que o duelo será muito comentado pela imprensa. Jogar bem essa partida é deixar uma boa impressão durante muito tempo. Por isso, sabemos que os santistas se doarão ao máximo, e sempre que fazem isso conseguem bons resultados.

Meia dúzia de patrocinadores

Como estava impossível fechar com um patrocinador máster, o Santos está loteando sua camisa. Não é o ideal, mas ajuda a pagar as contas. É melhor do que ficar de braços cruzados. Para os dois jogos contra o Corinthians, pela Copa do Brasil, o clube deve arrecadar 500 mil reais com seis patrocinadores: iFood (Alimentos), CNA (escola de línguas), Futura (gráfica online), Diniz (ótica), Petz (veterinária) e Zaeli (alimentos).

Quem lerá o Time dos Sonhos reeditado

time dos sonhos - milton neves no lancamento 3

Como você deve saber, prossegue a campanha de pré-venda do livro Time dos Sonhos, chamado de A Bíblia do Santista. O objetivo dessa campanha é arrecadar ao menos o suficiente para editarmos 1.000 exemplares deste livro que conta toda a história do Santos desde sua fundação até o título Brasileiro de 2002, com casos e Estatísticas atualizadas.

É justo que você saiba, portanto, a quem se destinam esses exemplares impressos. Vamos lá: Cerca de 300 exemplares irão para os kickantes, ou contribuintes, pessoas que estão adquirindo o livro nessa pré-venda. É claro que se mais pessoas adquirirem, mais livros irão para os kickantes, mas creio que 300 é um número até otimista. Outros 50 exemplares serão doados ao Santos Futebol Clube. Mais 50 exemplares serão distribuídos aos formadores de opinião da imprensa esportiva – como Fábio Rocco Sormani, Milton Neves, Celso Unzelte, Mauro Beting, Mauro César Pereira, PVC… – e doados a museus e a grupos de pesquisa do futebol, como a Asshophis, a Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos, e ao pessoal que se reúne no auditório do Museu do Futebol, no Pacaembu.

Os restantes 600 exemplares serão oferecidos ao preço de 120 reais cada. Esse valor anunciado de 70 reais, com direito a ter o nome impresso no último capítulo do livro, valerá apenas para os que adquirirem Time dos Sonhos durante a pré-venda, cujo prazo termina em 23 dias. Se você ainda não o fez, sugiro que não deixe para depois. No mínimo você terá muitos argumentos na hora em que um parente ou um amigo chato quiser discutir a história do futebol com você.

Clique aqui para adquirir o seu Time dos Sonhos com 58% de desconto e ainda ganhar seu nome impresso no último capítulo do livro

Do valor líquido arrecadado com as vendas serão pagos os profissionais envolvidos no trabalho – edição de arte, edição de texto, fotografia, divulgação… – e os royalties devidos ao Santos Futebol Clube. Não representará muito dinheiro para ninguém, mas isso não é o mais importante. O valor de um livro está nas ideias que ele semeia e propaga. Se hoje a imprensa sabe que Santos e Corinthians é o primeiro clássico de São Paulo, respeita a vocação ofensiva do Alvinegro Praiano e o seu dom de revelar jogadores, é porque soube desses fatos pelos livros escritos sobre o Santos.

E pra você, o que dará hoje no jogão da Vila?